A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

18/09/2017 12:34

Recuperação de trecho crítico da BR-262 vai custar R$ 149,9 milhões

Projeto prevê interseções, acostamentos, terceira faixa e melhoria do asfalto

Aline dos Santos
Rota da celulose, a BR-262 vai ter trecho recuperado. (Foto: Vanessa Tamires/Aquivo)Rota da celulose, a BR-262 vai ter trecho recuperado. (Foto: Vanessa Tamires/Aquivo)

A recuperação de 192 quilômetros da BR-262, trecho crítico entre Três Lagoas e Água Clara, vai custar R$ 149.999.999,00 e será executada pelo consórcio Ethos/Pavidez/Spazio. O resultado do edital foi publicado pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) hoje (dia 18) no Diário Oficial da União. A líder é a Ethos Engenharia de Infraestrutura, com sede em Belo Horizonte (MG).

A contratação é para elaboração dos projetos básico e executivo, com execução das obras do remanescente da restauração com melhoria e adequação da capacidade da rodovia. O trecho tem subdivisões: do km 4 ao km 8,94 (pista dupla) e do km 8,94 ao km 191,10 (pista simples).

Conforme o edital do Dnit, os 192 quilômetros formam um corredor de tráfego para transporte da produção pecuária, eucalipto para abastecimento das usinas de celulose em Três Lagoas e dá acesso à rodovia Washington Luiz (São Paulo).

Para melhorar as condições de tráfego, o projeto prevê interseções, acostamentos, terceira faixa e melhoria significativa no pavimento. A rodovia, que chega até Três Lagoas, na divisa com São Paulo, é rota da celulose, por onde passam os gigantes treminhões: veículos articulados, com quase 30 metros de extensão e 44 toneladas.

Outro trecho da BR-262, entre Campo Grande e Ribas do Rio Pardo, terá $ 59 milhões para manutenção e conservação até 2020. Placas informando sobre a obra foram instaladas no mês passado próximo ao bairro Maria Aparecida Pedrossian, na saída para Três Lagoas.

Mapa mostra trecho onde será realizada obras de melhoria da BR-262. Mapa mostra trecho onde será realizada obras de melhoria da BR-262.


pensa em um serviço de péssima qualidade esta sendo feito, quando é estado esta no meio, o consorcio que ganha sempre faz serviço de porco, passei por esse trecho de ribas rio pardo pra campo grande , jogaram até areia no asfalto, uma coisa que nunca vi.
serviço de péssima qualidade uma coisa eu sei, dinheiro indo pro ralo .
 
fabio em 18/09/2017 21:00:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions