A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/01/2008 09:27

Sem segurança, casas lotéricas podem restringir horário

Redação

Com horário de atendimento ampliado em relação às agências bancárias, as casas lotéricas surgiram como solução para quem tem pressa para pagar as contas e viraram alvo dos bandidos. Das 116 lotéricas de Mato Grosso do Sul, 48 foram assaltadas em 2007: 65,51% a mais do que em 2006, quando 29 foram vítimas das ações dos assaltantes. Os números são do presidente do Sindicato dos Empresários Lotéricos de Mato Grosso do Sul, Ricardo Amado Costa, que alerta para o risco de a insegurança forçar os proprietários das casas lotéricas a restringir o horário de atendimento, a exemplo dos bancos.

"Não é uma greve. Estudamos fazer uma limitação do horário de atendimento. Vamos seguir o horário do banco. Mas isso tem que ser aprovado em assembléia nossa", afirma Costa. Na tarde de hoje ele participa de uma reunião com o secretário estadual Wantuir Jacini (Segurança Pública) e com um representante da superintendência regional da Caixa Econômica Federal para discutir o problema.

As lotéricas são obrigadas a ter seguro de valores, cofre boca de lobo e circuito interno de TV. Mas para o presidente do sindicato isso não é o suficiente. "Lotérica é um foco de risco, em qualquer região que esteja", disse.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions