A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/02/2008 15:35

Soldado acusado de matar mulher ainda não foi preso

Redação

O soldado da Base Aérea de Campo Grande, Sidney Santos, acusado de matar a mulher Cíntia Carolina César, 21 anos, na noite desta terça-feira (12 de fevereiro) em Campo Grande, ainda não foi preso.

Ele não foi trabalhar nesta quarta. Caso se apresente na Base Aérea será preso e o fato comunicado à Polícia Civil. O soldado pode ser considerado desertor, e responder a processo na Justiça Militar. A Base Aérea promete colaborar com as investigações.

Sidney matou a mulher com um tiro no pescoço em frente a casa deles, no bairro Izabel Garden, região do Coronel Antonino. Ela conversava com um amigo, Valdinei Lopes, quando foi morta.Valdinei também foi baleado. Ele foi atingido no pescoço e já recebeu alta da Santa Casa.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions