A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/12/2008 08:22

Três unidades do Estado podem receber presos do IPCG

Redação

Foram levados para a sede do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Seqüestros) os setes detentos apontados de terem iniciado o motim ontem no Instituto Penal de Campo Grande.

São eles: Tiago Lima, Luiz Paulo Ferreira Gomes, os irmãos José Femianos Neto e Carlos Eduardo Cruz, Cleber Lermos da Conceição e Osmar da Silva.

Segundo o diretor do Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) Deusdete Souza Filho, eles devem permanecer no Garras no máximo cinco dias até que se confirma se eles tiveram participação no inicio do motim. "Se comprovado eles serão responsabilizados por dano ao patrimônio".

Segundo o diretor, se comprovado a responsabilidade dos detentos, eles podem ser deslocados para três unidades: Três Lagoas, Dourados ou Naviraí. Os presos podem ainda perder benefícios.

Neste momento 23 agentes fazem a limpeza do estabelecimento e o levantamento dos estrados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions