ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 19º

De olho na TV

Dia de programa único na imprensa de rádio e TV

Por Reinaldo Rosa | 29/08/2016 15:48

PANFLETAGEM – Jornal de domingo dedicou meia página de texto lambe-lambe ao poder, desconsiderando a inteligência de jornalistas e eleitores. Chute no SAC – Serviço de Atentado ao Consumidor – de olho no que considera provável futuro.

QUEM TEM JUIZO – TV Morena atendeu decisão da juíza Daniela Vieira Tardin, que determinou a transmissão no horário eleitoral de candidatos douradenses. A pressa, agora, é correr para que produções dignas possam ir ao ar.

VC NA COLUNA – “A TV Morena foi obrigada a acatar a decisão da juíza Daniela Vieira Tardin, da 18ª Zona Eleitoral de Dourados, passando a exibir, a partir deste sábado, os programas eleitorais dos candidatos locais. Uma decisão de bom senso, que nem precisaria de recurso judicial, desde que houvesse, claro, um mínimo de respeito, por parte da emissora com sede em Ponta Porã, para com os eleitores da cidade de onde sai a maior parte de seu faturamento publicitário”. Valfrido Silva

DE DIA É MARIA – Jornalista de direita (cujo direito de escolha todos têm), Alexandre Garcia segue com sua dualidade comportamental. Na Rede Globo, tece comentários que não comprometam a emissora com órgãos públicos. Na penumbra de estúdios grava – para rádios – opiniões raivosas e contrárias ao que considera administrações socialistas.

MESMO BARCO – O jornalista apresentador do ‘Jornal da Globo’, Willian Waack, vai na mesma direção.

GABARDINE – Na sessão com a presença da presidente Dlma, a vestimenta de senadores mostrava o ‘who’s’ dos senadores presentes. A categoria dos cortes de ternos era evidente entre apoiadores e contrários da presidente afastada.

VEJA BEM – Apoio escancarado de parte da mídia nacional pautou grande parte dos questionamentos de senadores na sessão extraordinária desta segunda-feira.

MAIS DOS MESMOS – Pouco dinheiro para material de campanha e muito pouco tempo para maior visibilidade. Ingrediente perfeito para uma baixa renovação na Câmara de Campo Grande e de outros municípios.