A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


24/12/2012 08:15

Fim de ano na TV

Reinaldo Rosa

APENAS UM PRODUTO A MAIS - A apresentação do show Diante do Trono em Campo Grande recebeu boa atenção da equipe de jornalismo da TV Morena, durante a semana que antecedeu a mostra. A rede Globo resolveu não brigar mais com a concorrente, Record, e passou a encarar os segmentos evangélicos como mais um mercado a conquistar. São inúmeros cantores gospel contratados pela Som Livre e, como produtos comerciais, passaram a serem paparicados pela rede dos Marinho. As afiliadas seguem no mesmo ritmo da matriz.

POLÍTICO ELEITORAL – No Programa Picarelli, da Rede MS, chama a atenção a obrigatoriedade a que repórteres são obrigados a seguir; o tratamento exigido é de deputado em tudo aquilo que se refere ao apresentador. Político de carreira e radialista por profissão, Picarelli realça condição de parlamentar como reforço de campanhas eleitorais. Tática que serviu de inspiração para outros que fazem o mesmo.

NiemeyerNiemeyer
Hebe CamargoHebe Camargo
DicróDicró

ME ENGANA QUE GOSTO – Muitos foram os que se valeram do rádio – ou TV – como equipamento de campanhas eleitorais. A maioria que se elegeu, após alguns anos de vida pública, não conseguiu se firmar na prática do legislativo e desapareceram com a mesma facilidade com que se elegeram. Vide Jonathan Barbosa, Raul Freixes e tantos outros.

ESTRANHOS NO NINHO – Quem não é visto não é lembrado. Seguindo à risca tal regra, parlamentares que aplicam verbas em caros espaços pagos nas retransmissoras regionais, pouco se preocupam com a qualidade do que é levado ao ar. Notícias do mundo cão – preferencialmente – embaladas com matérias piegas e paternalismo fazem parte do recheio da porcaria servida a quem os acompanha. Em campanhas, nem sempre é voto certo.

É BRINCADEIRA – Quando em campanhas eleitorais, o item educação faz parte do discurso de todo e qualquer candidato. No desfrute de horários comprados em emissoras de rádio e televisão, a cultura (aquela que engrandece) vira palavra de bastidores. E não aparece.

QUASE PARANDO – A partir desta semana, os noticiosos de rádio de Campo Grande vão ao ar em compasso mais lento. Ouvintes habituados com esse tipo de programa ficam sem entender a lógica aplicada pelas direções de emissoras que já conquistaram público cativo. Música e notícias: água e óleo.

FELIZ ANO NOVO – A pasteurização da Rede Globo há muito tempo, contagiou outras redes. Com o início do verão e sua alta temporada de férias, provocam os consequentes baixos índices de audiências e programações truncadas eivadas de gravações tiradas da gaveta. Nada do que for apresentado durante o período será algo que não tenha sido visto anteriormente.

NÃO DÁ MAIS – Aviso aos navegantes das ondas da Globo: Domingão do Faustão continuará no mesmo formato –superado – e com o gran finale das vídeo-cassetadas. Quem não tiver, nem procurar, outras opções terá que conviver com cassetadas do ano de 2001 e que, em sua grande maioria, não tem graça nenhuma.

AMOR PARA SEMPRE - Andrée Gabrielle de Ridder, 71, assessora da presidência da Bandeirantes, resolveu brigar pela partilha dos bens do fundador do Grupo Bandeirantes de Comunicação, João Saad, que morreu em 1999. Ocupante do cargo até hoje, Andrée entrou com ação anulatória de partilha de bens de João Saad. Na ação, pede também o bloqueio de 50% dos bens do Grupo Bandeirantes, o ressarcimento por perda de rendimentos e frutos da empresa e pensão alimentícia de R$ 60 mil mensais.

MEMÓRIA - A partir do dia 31, o canal Viva dá início à exibição de clássicos da dramaturgia, às 23h15. O primeiro especial a ir ao ar é a “A Desinibida do Grajaú”. Clássicos assinados por Nelson Rodrigues também constam da programação deste canal por assinatura.

FALA POVO - Ainda a queda do Fantástico – “Não dá mesmo ficar vendo aquelas menininhas que as mães colocaram na cabeça que elas precisam desfilar mundo afora. Também não dá para ver Ronaldo Gorducho se passar como exemplo de determinação pois ele ganhou R$ 6.000.000,00 para completar o quadro. Assim, qualquer um vira exemplo de determinação”.

NECROFILIA – Nas diversas retrospectivas a serem transmitidas nesta semana, um item do qual nenhuma rede de TV abre mão é relação de óbitos registrados no meio artístico e social. Grandes nomes voltarão à lembrança como o de Chico Anísio, Hebe Camargo, Marcos Paulo, Peri Ribeiro, Tinoco, João Mineiro, Oscar Niemeyer, Joelmir Beting e tantos ouros consagrados.

JINGLE BELL – Feliz amanhã e sempre.

Regina DouradoRegina Dourado
Chico Anysio Chico Anysio
Jornal tem dia de nota boa e nota ruim
FOI BEM – ‘MSTV1ª’ desta quinta-feira veiculou boa –e extensa- matéria de utilidade pública sobre drama de família promotora de ‘churrasco beneficent...
Música boa não tem vez nas emissoras de MS
QUAL É A MÚSICA – Maioria de emissoras de rádio de MS opta pela mesmice no tipo de sucessos para obter maior –ou alguma- audiência. Apreciadores de m...
Programas de TV apelam ao paternalismo
RECEITUÁRIO – Reconstrução de casas e automóveis e outras demonstrações de paternalismo na TV. Nada fora do script para quem não vê limites em preten...
Emissora da região norte muda de administração
VIRANDO A CASACA – Rádio Vale do Taquari AM, de Coxim, agora é ‘Rádio Natureza FM’. Com administração tripartite, a emissora fica na dependência dos ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions