A notícia da terra a um clique de você.
 
03/07/2019 06:38

Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura

Mário Sérgio Lorenzetto
Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura

Há centenas de milhares de pessoas que nunca escutam o silêncio. Durante a noite, quando todo mundo dorme, em um campo por mais isolado que esteja, segue ouvindo um zumbido que não cessa. O tinnitus é um problema relativamente comum que só passa desapercebido por quem não o sofre porque não apresenta nenhum sintoma externo, ainda que a recente "saída do armário" de famosos com essa doença tenham tornado mais visível o problema.

Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura
Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura

Os pseudo-remédios encontrados na internet não curam.

Apesar da quantidade de pseudo-remédios encontrados na internet por um paciente desesperado por esse transtorno, os tratamentos médicos, embasados na ciência, não chegam além de reduzir o estresse do barulho contínuo. Nos dois últimos anos, a ciência viu como o fármaco AM-101 não responder às expectativas em dois ensaios que já estavam na última fase (fase três) para ser comercializado em todo o mundo. Há outro medicamento, denominado OTO-313 que ainda está na fase dois das pesquisas, a pretensão é curar a enfermidade com uma só injeção. Também há uma pesquisa realizada na Universidade do Arizona que concluiu que uma inflamação no cérebro de ratos seria a causa do tinnitus. Eliminando a inflamação cerebral, estaria eliminado o tinnitus. Todavia, até passar para a fase humana, tal pesquisa demorará a vir a luz.

Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura
Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura

As variadas causas do tinnitus.

Há tinnitus eterno e momentâneo. As causas mais frequentes são um ruído elevado no trabalho ou durante o descanso noturno. Também pode ser causado por um problema no ouvido médio ou no cérebro. De alguma forma, o cérebro tenta compensar o problema e cria o tinnitus. É algo parecido com a síndrome do membro fantasma, onde alguém perde um braço ou uma perna, mas lhe segue doendo, porque o cérebro tenta compensar uma falta de informação. Há um dado preocupante, nada menos de 98% dos que sofrem com o tinnitus têm alguma perda auditiva. A primeira atitude correta não é correr para a internet e sim ir a um otorrino para identificar a causa do tinnitus.

Tinnitus, o eterno zumbido na cabeça que não têm cura
imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.