ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

Desenganada pelos médicos, mãe busca ajuda para tratar filha de 3 anos em SP

Heloísa foi diagnosticada com câncer e a mãe precisa de R$ 12 mil para recorrer a tratamento em Barretos

Por Idaicy Solano | 25/02/2022 12:38
Heloísa foi diagnosticada com câncer infantil aos três anos de idade. (Foto: Direto das Ruas)
Heloísa foi diagnosticada com câncer infantil aos três anos de idade. (Foto: Direto das Ruas)

Em junho de 2021, com apenas 3 anos de idade, Heloísa Victoria Araújo de Almeida foi diagnosticada com neuroblastoma, um tipo de câncer infantil que atinge crianças na faixa etária dos cinco anos e abaixo. Após serem realizados 7 ciclos de quimioterapia, parou de responder ao tratamento, que foi encerrado.

Sem perspectivas de tratar a doença da filha em Campo Grande, a mãe, Ivana Martinez de Araújo, de 23 anos, decidiu abrir uma vaquinha para arrecadar R$ 12 mil e tentar a sorte no Hospital do Câncer de Barretos (SP).

"Ainda me sinto confiante, tenho fé em Deus", disse Ivana, em entrevista ao Campo Grande News. Ela contou que em junho de 2021, a barriga da filha começou a inchar, então a levou até o hospital para fazer exames. Após realização de raio-X, foi constatado um tumor no fígado da criança, e o diagnóstico de câncer veio logo depois.

Heloísa começou o tratamento em hospital de Campo Grande, sendo encaminhada para avaliação para retirar o tumor. Porém, Ivana diz que não foi possível realizar a cirurgia. "O tumor está grudado em uma veia do coração", disse. O procedimento pode causar hemorragia, com risco de morte. A opção foi manter o tratamento quimioterápico.

Após concluir 7 ciclos de quimioterapia, os tumores se espalharam para a medula óssea de criança, que parou de responder ao tratamento. Na última terça-feira (22), as sessões de quimio de Heloísa foram encerradas, sob justificativa de que a equipe médica já havia feito tudo o que estava ao alcance para tentar melhorar o quadro de saúde da criança.

"Eles me disseram que não iam mais continuar a quimioterapia, pois não resolveria mais nada", explicou. "Mandaram eu fazer todas as vontades dela nos meses de vida que restam". Segundo Ivana, a filha continuará sendo atendida pelo hospital uma vez por mês para checagem do quadro de saúde.

Sem perder as esperanças, Ivana decidiu tentar a sorte em Barretos. "Lá, o tratamento é de primeiro mundo. Tenho a certeza que lá tem médicos competentes e determinados para achar uma solução para o caso dela", relata esperançosa.

Para levar a filha para São Paulo e custear as despesas do tratamento, Ivana criou uma vaquinha online, e conta com doações para arrecadar os R$ 12 mil necessários para bancar a viagem. Quem puder ajudar no tratamento de Heloísa, pode contribuir na vaquinha online clicando aqui, ou doando através do pix: (67) 99112-9719. Neste número, também é possível entrar em contato com a Ivana e ajudar diretamente.

Direto das Ruas - O pedido de ajuda chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias