ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 21º

Direto das ruas

Mulher adota cão que sofria maus-tratos, mas animal não resiste à doença

Animal que vivia em casa abandonada há mais de 5 semanas, não recebia qualquer tipo de cuidado, até ser resgatado pela Decat

Por Guilherme Correia | 20/03/2020 12:45
Abandonado há mais de 5 semanas, a moradora adotou o cachorrinho, que não resistiu (Foto: Direto das ruas)
Abandonado há mais de 5 semanas, a moradora adotou o cachorrinho, que não resistiu (Foto: Direto das ruas)


Um cachorro abandonado há mais de 5 semanas em uma residência na Rua Izolino Alves Pereira, no Jardim Los Angeles morreu na noite de ontem. O animal não recebia qualquer tipo de cuidado básico, como alimentação e água, e havia contraído Cinomose.

A manicure, de 36 anos, Patricia de Almeida Ferreira, até pensou em arrombar o portão para resgatar o cão, mas tomou as providências necessárias e informou à Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista).

"Ligamos várias vezes, e só depois de um tempo eles foram. Depois do resgate, fui até a delegada, que permitiu que eu adotasse o animalzinho.", relata. Patricia informou, em seguida, que levou o "Snoop" para uma clínica veterinária, mas que ele não resistiu e faleceu na noite de ontem (19).

De acordo com a Constituição Federal, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar qualquer tipo de animal é crime, com pena de três meses a um ano de detenção. Quando levado à morte, a pessoa pode ter a pena aumentada em até um terço a mais.


Campanha - Devido aos custos com o tratamento, a moradora que decidiu adotá-lo precisou gastar muito dinheiro que não tinha. Por isso, decidiu organizar uma 'vaquinha' online para arrecadar fundos. "Oi gente, meu nome é Patrícia, e nesta terça-feira (17), encontrei este cachorrinho sofrendo. Depois do resgate, ele foi internado com Cinomose e precisou fazer transfusão de sangue, e portanto tivemos que pagar uma clínica para ele ficar em isolamento e não contaminar outros animais e pessoas. Entretanto ainda precisamos da colaboração para arcarmos com as dívidas da clínica". Doações podem ser feitas por meio do link.