A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

13/07/2017 09:47

Setor de serviços acumula 15 meses de quedas consecutivas em MS, diz IBGE

Renata Volpe Haddad
Serviços de transporte aéreo apresentaram queda de 16,2% em um ano, no país. (Foto: Arquivo)Serviços de transporte aéreo apresentaram queda de 16,2% em um ano, no país. (Foto: Arquivo)

O setor de serviços em Mato Grosso do Sul teve reação em um mês, porém, continua apresentando quedas na movimentação, tanto é que em maio o Estado completou 15 meses de resultados consecutivos negativos. De acordo com a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), divulgada nesta quinta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em maio a retração na prestação de serviços foi de 8,8%.

Em um ano, a queda acumulada é de 13,5% e em doze meses, a retração é de 11,9% no Estado. Em abril, a prestação de serviços apresentou resultado negativo de 13,2%.

A receita nominal de serviços também apresenta queda, só que de 3,7%, sendo bem menor do que em abril, que foi de 9,1%. No ano, a queda acumulada é de 8,3%.

Com ajuste sazonal, o setor de serviços se recuperou 2,6% em maio devido ao Dia das Mães, depois de uma queda de 2,7% em abril e retração de 2% em março.

No país, o setor de prestação de serviços que mais acumula queda em três meses, é o de transporte aéreo, com retração de 17,5% em maio, 20% em abril e 9,4% em março. Em um ano, a retração é de 16,2%.

Outro segmento que tem registrado uma das maiores quedas do ano, é o de serviços técnicos profissionais. Em março, o resultado foi de -17,4% de prestação de serviços; abril com -20,5% e maio, com 11,1% de queda. Em um ano, a retração é de 16,5% neste segmento.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions