A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

17/03/2019 17:48

Operário vence, vê Águia Negra tropeçar e fecha a 1ª fase como líder

Time de Campo Grande venceu clássico contra o União/ABC e contou com derrota do Rubro-Negro; também da Capital, Comercial atropelou lanterna por 8 a 1

Humberto Marques e Leonardo Rocha
Cobrança de pênalti em favor do Operário, que resultou no segundo gol do Galo na vitória por 3 a 1. (Foto: Paulo Francis)Cobrança de pênalti em favor do Operário, que resultou no segundo gol do Galo na vitória por 3 a 1. (Foto: Paulo Francis)

A última rodada da primeira fase do Campeonato Sul-Mato-Grossense, com seis jogos iniciados às 15h deste domingo (17), não poderia ser mais satisfatória para o torcedor operariano. Jogando no Jacques da Luz, nas Moreninhas, o Galo venceu o União/ABC por 3 a 1 e, aliado ao revés do Águia Negra em casa, terminou em primeiro lugar na classificação para as quartas-de-final. O Tricolor da Capital, por sua vez, está rebaixado para a Série B.

O resultado coroa a campanha do Galo até aqui, que vem em ascendência da competição e fecha a fase classificatória com 24 pontos. Por outro lado, “pune” o Rubro-Negro de Rio Brilhante, que liderou o Estadual até a última fase. Porém, como a tabela não perdoa, o tropeço de 2 a 1 para o Aquidauanense em casa deixou o Águia na segunda posição, com 23. Peterson e Tiziu pavimentaram a vitória do Azulão, e Cleiton marcou para o time da casa.

O terceiro lugar ficou com o Sete de Dourados, que empatou em 2 a 2 com o Corumbaense no Arthur Marinho, em Corumbá, e chegou aos 20 pontos. O Carijó da Avenida, também classificado, fechou a primeira fase na quinta posição, com 18 pontos. Otacílio Neto e Luis Miguel marcaram para o Sete, e Bruno Santos e Romarinho anotaram os tentos do time da casa.

Entre o Sete e o Corumbaense ficou o Comercial de Campo Grande, que, em Itaporã, não tomou conhecimento do lanterna Operário de Dourados, e aplicou um “chocolate” de 8 a 1 –o placar mais largo do Sul-Mato-Grossense até aqui. O Colorado, se classificou em quarto lugar, com 19 pontos.

Gilmar balançou as redes três vezes, com Lucas e Hiago marcando dois gols, cada, e Gilson ainda deixou o seu na goleada. Altino anotou o gol de honra do Tigre.

A vitória deu ao Aquidauanense mais três pontos, não apenas confirmando o Azulão da Princesa na próxima fase, como ainda descartando qualquer possibilidade de que, caso seja punido nesta semana em julgamento do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), fique fora das quartas-de-final. A perda de pontuação por conta da escalação irregular de jogadores não o faria perder pontos de maneira a ficar fora entre os oito melhores da competição –como pleitearam Águia Negra, Costa Rica, Novo, União/ABC, Sete de Dourados, Urso de Mundo Novo e Serc. O Aquidauanense terminou o torneio com 18 pontos.

Ataque do União contra o Galo, em lance de jogo que terminou em 3 a 1 para o Alvinegro...Ataque do União contra o Galo, em lance de jogo que terminou em 3 a 1 para o Alvinegro...
... e que levou torcedores ao Jacques da Luz na tarde deste domingo. (Fotos: Paulo Francis)... e que levou torcedores ao Jacques da Luz na tarde deste domingo. (Fotos: Paulo Francis)

Também classificado, o Costa Rica empatou com o Urso por 1 a 1 no Laertão (Emerson, para a Cobra do Norte, e Renan, para o time de Mundo Novo, anotaram os gols), chegou aos 17 pontos e se confirmou como o sétimo colocado do estadual. Já a oitava vaga ficou com a Serc que, em um jogo dramático, venceu o Novo por 3 a 2 no Morenão e fechou com 13 pontos –PC, Kanu e Billy anotaram os times do Tricolor de Chapadão, e Marcinho e Lucas para os campo-grandenses..

A combinação entre derrota e vitória do time de Chapadão do Sul sacramentou o rebaixamento do Urso. O time de Mundo Novo, que chegou à última rodada como o oitavo colocado, fechou o torneio com 11 pontos, sendo o primeiro da lista de degola para a Série B.

O União/ABC, com a derrota, manteve-se com 8 pontos e também caiu. Novo, com 7, e Operário de Dourados, com 3, encerram a lista de descenso em um campeonato de extremos –ou os clubes avançavam para as quartas ou seriam rebaixados ao fim da primeira fase.

Apoio – Na Capital, 242 torcedores assistiram a vitória do Galo. O público, embora baixo –capaz de gerar uma renda de R$ 2.350 por meio dos 190 pagantes–, vibrou a cada lance, vendo o Galo abrir vantagem por 2 a 0, o União reagir e, ao final, comemorar o 3 a1. Jones e Alberto marcaram para o Galo (o segundo, de pênalti), com João Victor diminuindo para o Tricolor e Jones, de novo, dando números finais ao confronto.

Torcida do Galo acompanhou partida que sacramentou primeiro lugar para o Galo na classificação da primeira fase. (Foto: Paulo Francis)Torcida do Galo acompanhou partida que sacramentou primeiro lugar para o Galo na classificação da primeira fase. (Foto: Paulo Francis)

“As pessoas estão voltando ao estádio. O operariano, que antigamente lotava o Morenão está come3çando a acompanhar o time”, afirmou Aparecido da Silva, o Cebola, chefe da Torcida Esquadrão Operariano. Para ele, apesar do resultado, “o time ainda precisa melhorar para o mata-mata, mas já tem potencial de ser bicampeão”.

“O time precisa de um meio-campo mais forte, a criação está fraca”, opinou o também torcedor do Operário Anderson de Souza. Já sobre o campeonato

Anderson de Souza, 35, operário, na opinião dele precisa de meio campo mais forte, nesse setor de criação esta fraco, campeonato, muita gente critica mas pouca gente para colaborar, nos estádios ajudar times e prestigiar.

Do lado do União/ABC, a queda não abalou os simpatizantes do clube. Aretuza Vicente disse que veio de Corumbá para assistir à partida como meio de apoiar o clube, que integra a escola na qual estudaram seus filhos. “Vou torcer independentemente do resultado. NA verdade quero prestigiar a equipe. Para mim, aos poucos, o estadual está melhorando”.

Tio do jogador Luan, meia do União/ABC, João Nascimento também parabenizou a equipe. “O time do ABC está melhorando”, disse, irritado com a arbitragem que, segundo ele, “nos jogos contra times grandes, como o Operário, tendem a favorecer um e prejudicar o outro”, afirmou, considerando, apesar disso, que o campeonato está “melhor organizado que nos anos anteriores”.

*Texto editado às 18h11 para acréscimo de informações



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions