ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Lixo da história aguarda "reclamões", afirma Geraldo

Por Nyelder Rodrigues e Paula Maciulevicius Brasil | 26/06/2021 07:00
Geraldo foi duro nas críticas às entidades que vem fazendo ferranha oposição sobre medidas adotadas (Foto: Reprodução)
Geraldo foi duro nas críticas às entidades que vem fazendo ferranha oposição sobre medidas adotadas (Foto: Reprodução)

Resposta - O secretário de Saúde, Geraldo Resende, não deixou escapar a oportunidade para dar sua cutucada na CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), que vem protagonizando oposição ferrenha contra as medidas de contenção da covid-19. Ele dispara contra dirigentes de entidades que constroem "narrativas falsas" e frisa: "Mais cedo ou mais tarde a história fará julgamento". A fala aconteceu durante a live desta sexta-feira sobre os dados da pandemia.

Joga fora - Geraldo também foi incisivo ao destacar que tais atitudes são um desserviço para o enfrentamento da crise sanitária. "Aos que querem fazer um contraponto aos que têm arriscado suas vidas para salvar outras vidas, eu quero dizer que a lata de lixo da história haverá de poder recepcioná-los no futuro", encerrou.

Cidadão de bem - Muito do dito ocorre em reação a discursos apoiados pela entidade. Nesta semana, por exemplo, a reclamação misturou pandemia de covid-19 com segurança pública ao apontar que, enquanto parte da população está "presa" pelas restrições, ladrões estão à solta. Sobrou até para a polícia que apoia as equipes municipais nas ações de fiscalização.

E continua -A entidade reclama que os ladrões estão à solta na cidade e prejudicando os comerciantes com  furtos noturnos, enquanto a polícia "passou a ser fiscal do comércio". "Penalizam os estabelecimentos, mas não os protegem dos furtos diário", afirma texto compartilhado.

Tentando - Grupo formado por oito vereadores de Campo Grande assinou documento em que a Casa de Leis pede a inclusão também de jornalistas na lista de prioridades da vacinação. O ato aconteceu dias após o parlamentar da base do prefeito, Tiago Vargas, questionar a reivindicação.

De todos os lados - A reunião que selou o pedido contou com a presença de profissionais da imprensa, do sindicato e dos vereadores de esquerda e direita: Ronilço, Sandro Benites (Patri), Juari Lopes (PSDB), Marcos Tabosa (PDT), André Luis (Rede), Alírio Villasanti (PSL), Camila Jara (PT) e o presidente da Casa, Carlos Borges (PSB).

Boletim - Internado desde o começo do mês em hospital de Mossoró, no Rio Grande do Norte, o réu na operação Omertà Jamil Name segue em estado considerado preocupante. Apesar de a transferência para Brasilia estar autorizado, o quadro provocado pela covid-19 não permite a mudança.

Condições - Pelo que a coluna levantou, Name, de 82 anos, chegou a ser extubado, mas precisou voltar ao respirador artificial. Também está passando por hemodiálise, em razão do comprometimento da função renal.

Memória- O Fórum de Jardim agora se chama "Dr Joelson Martinez Peixoto". É uma homenagem ao advogado que prefeito do município e  foi levado pela covid-19.

Unânime - A  homenagem póstuma do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do ao profissional do Direito foi aprovada com o voto de todos os desembargadores. O irmão de Joelson, Joel, que era médico, também foi vítima da pandemia. Os dois morreram com intervalo de 10 dias.

Nos siga no Google Notícias