ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Artes

Em outubro, casa do Manoel de Barros abre as portas para o público

Transformada em centro cultural, o espaço terá atrações musicais e exposição de objetos pessoais do poeta

Jéssica Fernandes | 21/09/2022 19:00
Óculos do Manoel de Barros na escrivaninha. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)
Óculos do Manoel de Barros na escrivaninha. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)

A casa onde  Manoel de Barros viveu nos últimos 30 anos de vida, no Bairro  Jardim dos Estados, em Campo Grande, recebe os primeiros visitantes a partir de outubro. O lar do poeta e da companheira de uma vida, Stella Barros, foi transformado em polo cultural e abre as portas oficialmente no próximo mês com exposição e apresentações musicais.

Nomeada como ‘Casa-Quintal Manoel de Barros’, o espaço será inaugurado no dia 19 de outubro. Na data, a atriz e poetisa, Bruna Lombardi, exibirá uma entrevista que fez para a TV na década de 1990 com o poeta na própria casa.

Os interessados podem agendar a visitação através da plataforma Sympla a partir do dia 28 de setembro. Para novembro, a atração confirmada é a cantora e compositora Tetê Espíndola, que fará um pocket show na Casa com poemas musicados de Manoel de Barros.

Sofá onde o poeta tinha o lado favorito para ficar. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)
Sofá onde o poeta tinha o lado favorito para ficar. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)

Além das apresentações musicais, o público poderá conferir a exposição de objetos pessoais de Manoel de Barros, como documentos raros, cartas trocadas pelo poeta com amigos, desenhos e fotos que retratam o cotidiano dele na fazenda no Pantanal e na residência na Capital.

Outro destaque da Casa-Quintal é a sala imersiva criada pelo artista visual Ivan Soares com imagens de Manoel de Barros dos filmes “Caramujo-Flor”, de Joel Pizzini e “Planuras”, de Maurício Copetti, além de registros audiovisuais de Ricardo Câmara Pieretti no interior da casa do escritor.

Em 2021, o Lado B fez uma matéria sobre a casa do poeta. Na época, o neto de Manoel de Barros, ilvestre Nogueira Barros, e o amigo jornalista Pedro Spíndola comentaram sobre a iniciativa de criar o museu e casa de cultura.

Itens pessoais do escritor que faleceu em 2014. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)
Itens pessoais do escritor que faleceu em 2014. (Foto: Arquivo/ Marithê do Céu)

Sobre a Casa-Quintal Manoel de Barros - A criação do novo espaço cultural em Campo Grande voltado à memória e a invenção poética é fruto de um movimento que aglutina artistas e produtores do estado e de todo o país, que se reuniram enquanto Sociedade dos Amigos da Casa-Quintal Manoel de Barros em projeto realizado pela Fundação Nelito Câmara, Pólo Filme e correalizado pelo Sesc Cultura do estado e com o apoio da Energisa. O projeto conta ainda com o apoio cultural da Polca, Cine Café e Essência de Mato.

Entre os artistas que aderiram a recriação da residência em “Casa-Quintal Manoel de Barros” estão os escritores Raduan Nassar, Mia Couto, Eucanaã Ferraz, Sérgio Medeiros, Adalberto Müller; os cantores e compositores, Ney Matogrosso, Tetê Espíndola, Adriana Calcanhoto, Alzira Espíndola, Egberto Gismonti, João Guilherme Ripper e as atrizes e poetisas, Bruna Lombardi, Elisa Lucinda, Gleycielli Nonato Guató.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Com idealização de Silvestre de Barros, Pedro Espíndola e Ricardo Pieretti Câmara, Curadoria de Joel Pizzini, Produção Executiva de Juliana Domingos, Direção de Arte de Mariana Villas-Bôas e Paula Bueno e uma equipe de colaboradores artísticos da cidade como Mary Saldanha, Casa Muxarabi, Thaís Pompêo, Roberta Siqueira, Renata Sibele e Bruno Atra.

Acompanhe o Lado B no Instagram@ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias