ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Artes

Liberdade é o lema de artistas que usam traço como assinatura

Projeto "Você Não Sabe Quem Nós Somos" usa libe nos traços para fazer "verdade ganharem forma"

Por Lucas Mamédio | 01/04/2021 08:39
Aldivio e Luara com pinturas produzidas por eles (Foto: Arquivo Pessoal)
Aldivio e Luara com pinturas produzidas por eles (Foto: Arquivo Pessoal)

Liberdade para criar, esse é o “lema” de uma dupla de artistas em Campo Grande. Luara Arguelho Dantas, de 26 anos, e Aldivo Rodrigues Junior, de 24, estão a frente do projeto “Você Não Sabe Quem Nós Somos”, que traz a expressão artística – seja da forma que for – como guia de suas criações.

A dupla produz pinturas, artesanato, macramê, fazem malabarismo, tudo isso de forma itinerante e em plataformas diferentes.

“Queremos descolonizar a arte, queremos que nossa assinatura seja nossos traços, nossa forma de se expressar e não apenas nossos nomes. Queremos trazer questionamentos, nem tudo precisa ser literal”, diz Aldivio.

Peças artesanais produzidas por Aldivio e Luara (Foto: Arquivo Pessoal)
Peças artesanais produzidas por Aldivio e Luara (Foto: Arquivo Pessoal)
Pintura com traços retos e geométricos (Foto: Arquivo Pessoal)
Pintura com traços retos e geométricos (Foto: Arquivo Pessoal)

A dupla está com o projeto há três anos e já passou por várias cidades do Brasil, sempre expondo suas criações na rua, feiras, saraus, de forma que isso se tornou o meio pelo qual ganham suas vidas. Mas como milhares de artistas a pandemia os afetou e tiveram que reforçar a divulgação por outra plataforma: o Instagram.

“O trabalho na rua sempre foi muito marginalizado, difícil, o Insta ajuda a comercializar nossas criações”.

Os desenhos também estampam camisetas (Foto: Arquivo Pessoal)
Os desenhos também estampam camisetas (Foto: Arquivo Pessoal)

“A nossa liberdade em traços e cores inspira a sua verdade a ganhar formas”, é isso que diz a descrição no Instagram, como se a liberdade ultrapassasse o que vai ser desenhado, mas como isso vai ser e como essa flexibilização permite elevar a capacidade de expressão.

As vezes são pinturas coloridas, as vezes sóbrias, às vezes desenhos mais geométricos e retos, mas muitas vezes figuras tortas com traços que se sobrepõem, tudo é possível nas mãos de Luara e Aldivio.

Além do perfil no Instagram, eles usam outra plataforma – mais direta – para se financiarem, que é plataforma “Apoia-se”, onde doações são feitas em troca de desenhos produzidos por eles. “É uma forma de apoiar a arte independente e de continuar nos motivando a trabalhar”.

Confira o página na rede social dos artistas.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário