A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

09/12/2017 07:25

Brincalhão, Dálmata ganhou ensaio fotográfico para festejar 2 anos de amizade

Pingo chegou para ser um guardião, mas é cuidado como bebê e até dorme na cama

Thailla Torres
Apaixonada pelo filme 101 Dálmatas, Pingo era o sonho de Ellen. (Foto: Revellari Fotografia)Apaixonada pelo filme 101 Dálmatas, Pingo era o sonho de Ellen. (Foto: Revellari Fotografia)

Há dois anos, a fotógrafa Ellen Chaves, de 26, descobriu um amor diferente, que também chega  a ser incondicional, ela garante. Foi quando Pingo Henrique, um Dálmata, saiu da casa onde estava com poucos dias de vida e chegou ao seu novo lar. Pelo tamanho, Ellen pretendia ter um guardião na casa, mas nos primeiros dias, ela já entendeu que ele era o bebezão do lar, com uma fofura que acabou tomando conta da rotina.

Por isso, Pingo ganhou até um ensaio fotográfico para marcar os dois anos de convivência com a amiga. “Sempre tiro fotos dele, mas nunca consigo fazer uma ao seu lado. Então, um amigo estava com projeto fotográfico pet e resolvemos fazer aqui em casa”, conta.

 A escolha da raça era um sonho de infância. “Desde criança gostava do desenho 101 Dálmatas e lógico que não pensei duas vezes em colocar o nome dele de Pingo, mas como adoro nome composto acabei escolhendo por Henrique”.

Com um olho de cada cor, esse é o charme de pingo, mas já foi motivo de preocupação para Ellen. "Eu achava que ele era cego, mas é só um charminho", que além de conquistar o coração de quem chega na casa, conquistou até a dona para deixá-lo subir na cama. "Quando ele veio pra mim, imaginava que fosse amar, mas não ao ponto dele dormir na cama comigo. Ele fica ao meu lado em todo canto da casa".

Mesmo não gostando de fotos, ele sai bem na selfie. (Foto: Arquivo Pessoal)Mesmo não gostando de fotos, ele sai bem na selfie. (Foto: Arquivo Pessoal)
E esse olhar? (Foto: Revellari Fotografia)E esse olhar? (Foto: Revellari Fotografia)

O que não falta é foto engraçada na rotina dos dois, mas ele sempre surpreende a dona com suas graças em frente às câmeras, mesmo não gostando muito das fotos. Em algumas até parece fazer pose pra selfie, corre de um lado para o outro, não dispensa a bolinha e quando se cansa, o cantinho preferido é onde a dona está.

“Ele meu maior parceiro, acho que nos comunicamos pelo olhar e é incrível como ele parece saber quando estou triste ou feliz”, conta Ellen, que admite ter comprado o Dálmata para trazer uma segurança dentro de casa, mas hoje a rotina é bem diferente.

“Fui morar sozinha com uma amiga. E sempre existe o medo de ficar sozinha em casa, então pensei que era a oportunidade de ter um cachorro, já que o quintal é enorme para ele brincar. E no fundo, ele tem mais medo do que eu, qualquer barulho na casa, já corre para se esconder debaixo da cama”, conta.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

O cão parece fazer pose para o retrato. (Foto: Revellari Fotografia)O cão parece fazer pose para o retrato. (Foto: Revellari Fotografia)
E até caretas fofinhas. (Foto: Revellari Fotografia)E até caretas fofinhas. (Foto: Revellari Fotografia)
Na hora do trabalho da mamãe, aproveita para soneca. Foto: Revellari Fotografia)Na hora do trabalho da mamãe, aproveita para soneca. Foto: Revellari Fotografia)
Ele é também o galã da casa. (Foto: Revellari Fotografia)Ele é também o galã da casa. (Foto: Revellari Fotografia)
E não cansa de se divertir. (Foto: Revellari Fotografia)E não cansa de se divertir. (Foto: Revellari Fotografia)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.