A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 30 de Maio de 2017

02/12/2014 06:45

Artista plástica esculpe bolos de até oito andares com flores e também renda

Paula Maciulevicius
Lucia Karimata tem 59 anos e começou nos doces modelados para as festas dos filhos. (Foto: Alcides Neto)Lucia Karimata tem 59 anos e começou nos doces modelados para as festas dos filhos. (Foto: Alcides Neto)

No grande dia, a foto dos noivos no bolo será uma eterna recordação. Há sete anos, uma artista plástica de Campo Grande resolveu imprimir delicadeza e presença nos produtos de mentira, mas que dá vontade de comer com os olhos.

Lucia Karimata tem 59 anos e começou nos doces modelados para as festas dos filhos. Quando as obras de arte passaram a ser enxergadas por um público maior, a propaganda boca a boca a levou para o caminho da produção. Hoje, todo final de semana tem casais posando para fotos em seus bolos.

A simpática senhorinha divide a produção entre os comestíveis e os não comestíveis. Todos esses das imagens não são cortados e nem apreciados pelo paladar. Cabe aos olhos namorar a arte em andares. A profissão dela, de cake design, consiste em montar bolos para casamentos e festas de aniversário. 

Rosa foi a cor pedida para a noiva. Bolo leva poás e orquídeas em seis andares. (Foto: Alcides Neto)Rosa foi a cor pedida para a noiva. Bolo leva "poás" e orquídeas em seis andares. (Foto: Alcides Neto)
Detalhes de flores são todos feitos à mão. (Foto: Alcides Neto)Detalhes de flores são todos feitos à mão. (Foto: Alcides Neto)
Cobertura também tem desenho em relevo. (Foto: Alcides Neto)Cobertura também tem desenho em relevo. (Foto: Alcides Neto)

O Lado B foi conhecer de perto, olhando e também tocando, em cada um dos bolos. Quando são aplicados ao cenário dos casamentos, normalmente eles seguem uma linha mais clássica. Lucia explica que é porque em Campo Grande, as noivas não gostam muito do colorido. Aí, não tem para onde fugir.

Mas se a cor não pode mudar, são os detalhes que vão tornar os bolos verdadeiras obras de arte a partir de orquídeas, camélias e mini-rosas feitas uma por uma em pasta americana. A maioria deles são apenas cenográficos, porque essa também é uma preferência das noivas da Capital.

"Elas preferem, mas eu também posso fazer uma parte dele de verdade para o corte", pontua Lucia.

Como hoje os bolos fazem parte da decoração, Lucia tenta sintetizar o que eles precisam ter para chamar atenção. "É uma junção de coisas, tem que estar no contexto da festa. A noiva tem que participar da elaboração, não apenas o decorador, apesar de ele ter um papel fundamental", explica.

Noivas daqui seguem mais o clássico, por isso maioria dos bolos são brancos. (Foto: Alcides Neto)Noivas daqui seguem mais o clássico, por isso maioria dos bolos são brancos. (Foto: Alcides Neto)
Feita de pasta americana, flores também podem ficar no topo, como último andar. (Foto: Alcides Neto)Feita de pasta americana, flores também podem ficar no topo, como último andar. (Foto: Alcides Neto)
Altura deve seguir proporção de convidados. (Foto: Alcides Neto)Altura deve seguir proporção de convidados. (Foto: Alcides Neto)
Há também detalhes que imitam renda. (Foto: Alcides Neto)Há também detalhes que imitam renda. (Foto: Alcides Neto)

Feitos de isopor e cobertos por pasta americana, os modelos são os mais variados, desde: alto, baixo, pequeno, grande, gordo ou magro. O máximo de altura que Lucia costuma confeccionar são os de oito andares. "Hoje em dia as festas são muito glamourosas", destaca.

Um alerta que a profissional faz é em relação ao tamanho da festa. "Nós montamos o bolo de acordo com o número de convidados, mesmo que não vá servir, não dá para fazer um de 10 andares para só 100 convidados. Tem de ser proporcional", orienta.

O tempo para que eles saiam das mãos da cake designer pode levar de 15 dias até três meses, quando ainda se tem de fazer as flores. "A gente vai abrindo a massa e vai moldando. São feitos todos manualmente por mim. Primeiro as flores, depois a base aí vai colocando a decoração", descreve.

Os bolos são para alugar, mas ela também aceita encomendas como primeiro aluguel. No entanto, o prazo mínimo para encomendas deve ser de quatro meses.

De artista plástica, Lucia Karimata passou com gosto e prazer para a gastronomia. Hoje alia os dois tendo que também entender um pouquinho de decoração. O valor dos bolos, começa a partir de R$ 1,5 mil. Ela mesma quem leva, monta na mesa e traz de volta.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.