A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

27/10/2017 18:29

"Mediocridade", devolve Marun sobre crítica de Benito Di Paula

Deputado afirmou que vai retirar composições do cantor do seu repertório musical

Geisy Garnes
O deputado federal Carlos Marun (PMDB) é um dos aliados mais fiéis do presidente (Luís Macedo/ Câmara dos Deputados)O deputado federal Carlos Marun (PMDB) é um dos aliados mais fiéis do presidente (Luís Macedo/ Câmara dos Deputados)

“Não vou cantar mais, diante da mediocridade dele”. Foi assim que o deputado federal Carlos Marun (PMDB) rebateu as críticas do cantor Benito Di Paula, de 75 anos, sobre a dancinha de comemoração durante a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer na quarta-feira (25).

Ao Campo Grande News, o deputado afirmou que se o cantor quer proibir o uso de suas músicas é melhor que defina isso por escrito. “Se o Benito Di Paula não tem o que fazer, eu tenho. Se quando a gente for comemorar não puder usar as músicas dele, do tempo que ele era um compositor brilhante, que ele avise por escrito”, reforçou Marun.

Depois de afirmar ser fã das composições do cantor, Marun alegou que vai retirar as canções de seu repertório musical depois da atitude medíocre do artista.

Entenda - O caso ganhou repercussão após o próprio cantor gravar um vídeo reclamando da paródia feita de sua música pelo deputado. "Tudo está no seu lugar, graças a deus, graças a deus. Surramos mais uma vez essa oposição que não consegue nenhuma ganhar", adaptou o deputado, no ritmo da composição.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o cantor afirmou ter nojo de política e o que aconteceu no plenário foi desrespeito com ele. "É desrespeito. Me colocando numa situação dessas, como se eu estivesse apoiando [o arquivamento da denúncia]. Eu não to apoiando porra nenhuma". Segundo Di Paula, a composição foi feita em homenagem a sua mãe, logo depois que ele conseguiu comprar uma casa para ele, no ínicio da carreira.

"Ela e meus irmãos viviam numa casa com goteiras. Depois foram morar no corredor de um prédio, acredita? Aí quando eu consegui colocá-los numa casa, me veio a inspiração: Tudo está no seu lugar, graças a Deus". Na gravação, Di Paulo pede respeito para a mãe e afirma que a música não é de político e sim de família.



Medíocre são os politicos brasileiros esses sim são mediocres e bandidos.
 
Alexandre Santos em 29/10/2017 16:28:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions