A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

26/11/2013 10:08

André diz que se fosse Bernal não fugiria do debate e iria à Câmara

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Puccinelli afirma que teme por Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Puccinelli afirma que teme por Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli (PMDB) aconselhou o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), que enfrenta um processo de cassação, a comparecer ao Legislativo Municipal. “Toda vez que fui convidado à Câmara, eu compareci. Se fosse ele, iria até a Câmara, me explicaria e não fugiria do debate”, declarou o governador nesta terça-feira.

Bernal conseguiu na Justiça a suspensão da Comissão Processante, realizada pelos vereadores. Com a decisão, à qual cabe recurso, o prefeito conseguiu se livrar de prestar depoimento ontem na Câmara.

“Eu gostaria que todo gestor em Mato Grosso do Sul vá bem, tenha ótimo desempenho, temo por Campo Grande e a situação que está vivendo. Mas eu preciso torcer pelo prefeito”, afirmou o governador.

Puccinelli avaliou que a Justiça será importante para diluir as dúvidas. “Eu perdi a eleição ano passado, quando indiquei o candidato que o Bernal venceu, porém, não vou torcer contra Campo Grande”, disse, durante evento em Campo Grande.

Depois de uma série de reviravoltas, o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) pode decidir hoje sobre o futuro da comissão que investiga o prefeito.

Emergência fabricada - Com 31 páginas, a denúncia - que embasa a comissão e o pedido de afastamento – aponta que o prefeito “vem perpetrando, em todas as áreas de atuação do município, inúmeros atos administrativos nocivos aos cidadãos e à economia campo-grandenses, demonstrando um inacreditável despreparo e uma intolerável ineficiência para o exercício do mandato que foi confiado”.

Conforme o documento, a Prefeitura na gestão de Bernal teve a “emergência fabricada”. Ou seja, que o prefeito teria prejudicado empresas que vinham prestando serviço para beneficiar a Salute Distribuidora de Alimentos Ltda, Jagás Com. de Gás Ltda e MegaServ.

“O denunciado se utilizou, ardilosamente, de meios para fabricar situações emergenciais, valendo-se, para tanto, de omissão no pagamento a alguns fornecedores (inadimplência seletiva), resultando na descontinuidade dos serviços públicos, gerando artificialmente uma crise e forçando a contratação direta de empresas ‘apadrinhadas’ pelo mesmo”, diz um dos trechos.




Meu voto foi de confiança no Bernal, e continuo confiando, é só permitirem que o homem trabalhe, pois com toda essa ladainha que a câmara promove ele ainda esta conseguindo concretizar seu trabalho, em frente Bernal você será um vencedor.
 
Teresa Moura em 27/11/2013 09:29:07
Sr. Governador,com todo o respeito, na condição de eleitor, se o Sr. que fala que quer continuar ajudando Campo Grande, seria bem melhor, se o Sr.ficasse de fora e deixasse os assuntos do atual Alcaide que ele resolva com a justiça que já está cuidando do caso. Não precisa de sua opinião o que ele tem ou não que fazer isso não lhe compete. Essas interferências para nós eleitores só servem para uma leitura: "Que o PMDB não conseguiu digerir até hoje a perda da prefeitura de Campo Grande para um partido sem nenhuma expressão e apenas um radialista. Se ele está fazendo uma boa ou má gestão não compete aos SRS. ficarem dando palpite onde não foram chamados. Deixem esse assunto com a justiça e o povo julgará o Alcaíde Sr. Bernal.
 
JOÃO ALVES DE SOUZA em 27/11/2013 00:17:35
Se o André fosse o Bernal, ele estaria sentindo na pele essa perseguição política, que não leva a nada e os mais prejudicados são a população...#forçaBernal
Vote nulo na próxima eleição!!!

 
Carlos Monteiro em 26/11/2013 15:31:34
o dia em que um politico governar para o povo e pelo povo, podem acreditar que a educação, moradia e saude vai mudar, chega de blá blá blá.
 
jose m costa em 26/11/2013 14:52:11
Engraçado ele fez de tudo para ser blindado pela Assembléia e paralizar os inúmeros processos que lhe pesam nas costas, trate de se eleger a senador senão sua liberdade ficará ameaçada
 
Gabriela Nunes em 26/11/2013 14:51:47
O NELSINHO FAZIA IGUAL QUANDO CHEGAVAM OS ONIBUS E ERAM TODOS USADOS,PARABENS BERNAL ONIBUS NOVISSIMOS E COM TARIFA BAIXA,GOVERNADOR CUIDE DO ESTADO DEIXE SEUS CONSELHOS PARA SUA TURMA! CAMPO GRANDE NUNCA ESTEVE TÃO LIMPA,MOVIMENTADA E COM O COMERCIO FATURANDO TÃO ALTO,PODEM VER PELA CONTRATAÇÃO DOS TEMPORARIOS PELO COMERCIO PARA O NATAL,MAIS UMA VEZ PARABENS BERNAL!
 
clodoaldo lemes de souza em 26/11/2013 14:22:15
não queremos que seja cassado simplesmente, mas que se explique esta decisão de anular a CPI é uma falta de respeito com o cidadão campo grandense, queremos que seja provada a inocência ou culpa, não com palavras evasivas mas com documentos reais, fugir da CPI é quase assumir que tem culpa no cartório... pode escapar dos vereadores, mas quem o salvará do povo?
 
aureliano sousa em 26/11/2013 12:50:45
PREFEITO TEM MEDO!
Ta devendo pelo jeito.....
 
Rafael Sá Jacques em 26/11/2013 12:39:54
Isso tudo ai vai terminar em pizza kkk
 
eraldo a bento em 26/11/2013 12:10:15
Isso mesmo, Sr. Governador, por isso mesmo começe dando seu exemplo, quando a min. Nancy Andrigi pedir autorização para ouvi-li, sem medo algum,apresente-se diante dela lá no STJ ; ela gostaria de ver com os próprios olhos esse gesto de bravura e de ombridade do Sr. Quem não deve não teme.
 
Adolfo Dhendu em 26/11/2013 12:07:17
Depois de ontem, de carreata, fogos e quase um Showmissio do Prefeito para se mostrar que trouxe um "beneficio" de novos onibus realmente o Prefeito pensa que aqui eh uma cidadezinha do interior que se mostra assim para garantir a cadeira. Quem não deve, não teme e pelo jeito esta pensando que o povo vai livrar desta vergonha.
 
Nilton Leal em 26/11/2013 11:06:44
é isto ai governador: quem não deve não teme!!!!
 
ELY MONTEIRO em 26/11/2013 10:31:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions