A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/11/2013 22:52

Audiência é marcada por manifestações de representantes da cultura

Zana Zaidan

A audiência sobre o orçamento para Campo Grande em 2014 acabou reunindo lideranças da cultura na cidade. Grande parte dos que se manifestaram no evento eram do segmento.

Ângelo Arruda, do Conselho Municipal de Cultura, Cândido Alberto da Fonseca, que representa o cinema regional, além de Fernando Cruz, do teatro, estiveram presentes na audiência pública. O objetivo? Cobrar mais dinheiro para a cultura.
Todos eles são unânimes em cobrar o 1% do orçamento para cultura, como prevê o “Movimento 1º para Cultura”.

Também no evento, Júlio Cabral, da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), alegou que para 2013 e 2014 Campo Grande tem R$ 34 milhões para cultura. “O que contempla o 1% para o segmento”.

Mas ele disse que não é possível colocar 1% para cada fundação, “em função da situação em que se encontra a cultura de Campo Grande”.

“Hoje, não temos um teatro, uma biblioteca, um lugar adequado para o ARCA. Como vou investir sem estrutura? Primeiro, constrói a estrutura, depois a gente repassa a recursos e investe em cada projeto”, defendeu Cabral.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions