A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

01/01/2014 09:53

Bancada garante R$ 7,7 milhões para construção de Hospital Municipal

Leonardo Rocha
Bernal mostra projeto de Hospital Municipal em Brasília ao senador Delcídio (Foto: Divulgação)Bernal mostra projeto de Hospital Municipal em Brasília ao senador Delcídio (Foto: Divulgação)

A bancada federal de Mato Grosso do Sul garantiu o empenho de apenas R$ 7,7 milhões dos R$ 41 milhões previstos em emenda da bancada federal para a construção do Hospital Municipal de Campo Grande. Houve atraso na apresentação do projeto pelo prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP). O novo hospital vai custar R$ 112 milhões e será construído em uma área próximo do Exército no Bairro São Francisco. 

Este recurso garantido pela bancada federal trata-se de emendas individuais de 8 parlamentares, sendo R$ 2 milhões do deputado Reinaldo Azambuja (PSDB), R$ 1 milhão do senadores Delcídio do Amaral (PT), Rubens Figueiró (PSDB) e dos deputados federais Luiz Henrique Mandetta (DEM), Vander Loubet (PT) e Antônio Carlos Biffi (PT). Além de R$ 500 mil do deputado Geraldo Resende (PMDB) e R$ 200 mil do deputado Fábio Trad (PMDB).

“Conversei com os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Ideli Salvati (Relações Institucionais) que reconheceram a necessidade de termos este hospital, além do de Dourados. Eles vão ser construídos com recursos próprios do Ministério da Saúde”, garantiu Delcídio.

Promessa – O prefeito Alcides Bernal (PP) anunciou o início de construção do Hospital Municipal de Campo Grande em 2013, mas a promessa não saiu do papel.

Ele ressaltou apenas que a viabilização do hospital dependeria do apoio e esforço da bancada federal de Mato Grosso do Sul, para garantir o investimento do projeto.

Bernal também garantiu que a obra seria feita na região entre as Avenidas Tamandaré com a Euller de Azevedo, no bairro São Francisco. Inclusive estaria em negociação com o Exército para construção do Hospital, tendo a área como permuta.

Obra – O Hospital Municipal tem como previsão um investimento de R$ 112 milhões e será de médio porte, com capacidade e ao menos 250 leitos para atender a demanda da Capital.



Hoje sabemos que superlotam nossos Hospitais e a epidemia da violência de Transito, fato este que e fácil constatação no Pronto socorro da Santa Casa de Campo Grande-MS, precisamos reagir com medidas para conter a violência no Transito e terminar o Hospital do Trauma que ainda não foi concluído e aguarda a liberação dos recursos pelo Ministério da Saúde para sua conclusão... vamos novamente iniciar uma grande obra como e construir um Hospital municipal isso e Fácil , mas garantir o seu funcionamento vai ai mais uns oito anos... precisamos reagir agora e tomar medidas urgente, para conter a violência no transito assim garantindo a liberação dos leitos hoje ocupados pelos traumas desta violência causada pela imprudência e muitas vezes pela falta de consciência
 
sebastião Campos em 01/01/2014 12:20:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions