A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

27/04/2016 11:40

De asfalto a saúde: Alcides Bernal leva lista de obras a Reinaldo Azambuja

Com projetos em mãos, prefeito pede auxílio ao Governo do Estado para recuperação de vias, entre outras obras

Alberto Dias e Leonardo Rocha
Bernal pede ajuda ao Governo do Estado para realização de obras na Capital. (Foto: Marcos Ermínio) Bernal pede ajuda ao Governo do Estado para realização de obras na Capital. (Foto: Marcos Ermínio)

Com envelopes em mãos, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), entregou para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) uma lista de 40 projetos de recuperação e readequação de vias públicas, entre outras demandas. Apesar da quantidade expressiva, o prefeito saiu otimista da reunião. “Pedi para o governador analisar e ver em que ele pode ajudar”, disse.

Na governadoria, Bernal entregou, ainda, as Guias de Diretrizes Urbanísticas para o asfaltamento de algumas ruas do bairro Aero Rancho que aguardavam documentação. Também levou a GDU necessária para o início da obra de duplicação da avenida Euler de Azevedo. “Demos todas as condições para o governo. Agora só falta começarem as obras”, afirmou o prefeito.

Questionado sobre a reação do governador em relação aos pedidos, Bernal defendeu a boa política. “Ele (Reinaldo) ficou sensibilizado e pediu que sua equipe analise os projetos, inclusive contatando a equipe da prefeitura se necessário”.

Aproveitando a ocasião, o prefeito formalizou vários outros pedidos ao governador. Um deles é que regularize a situação de 1600 moradias construídas numa parceria do Governo do Estado com a União, em áreas cedidas pelo Município. “São vários conjuntos habitacionais que precisam ser formalizados em bairros como o Oscar Salazar, na região norte da cidade”, esclareceu.

A lista continua - Bernal pediu também que o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) desembargue a obra de uma via do Parque dos Poderes que liga o Tribunal de Justiça à avenida Mato Grosso. Outra obra interditada pelo governo, e que Bernal pede a liberação, é para a construção de uma piscina de retenção entre as avenidas Hiroshima e Mato Grosso, para “dar conta” da água que desce da Mata do Jacinto.

Saúde - Entre os documentos entregues, estava também a relação com a demanda reprimida em Campo Grande, de pacientes que aguardam por cirurgias, consultas e exames. O objetivo é zerar a fila por meio da Caravana da Saúde, que acontece de 14 a 29 de maio na Capital.

Ainda na área de saúde, Bernal pediu a criação de um centro de referência para idosos, além da ampliação do número de leitos de terapia semi-intensiva.

Por fim, solicitou a renovação do convênio com as polícias Civil e Militar para fiscalizar estabelecimentos da Capital em relação à Lei Seca.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions