A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

26/04/2016 20:56

Bernal oficializa veto a projeto sobre política e religião nas escolas

Informação foi postada no Facebook por vereadora da base; publicação deve sair no Diogrande desta quarta-feira

Nyelder Rodrigues
Bernal já tinha se posicionado contra a Lei da Mordaça diante de toda polêmica que se formou sobre ela (Foto: Arquivo)Bernal já tinha se posicionado contra a "Lei da Mordaça" diante de toda polêmica que se formou sobre ela (Foto: Arquivo)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), vetou oficialmente a chamada "lei da mordaça", projeto proposto pelo vereador Paulo Siufi (PMDB) e aprovado pela Câmara Municipal que restringe a discussão de política e religião nas escolas.

A publicação e envio do veto será feito na edição desta quarta-feira (27) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). A informação foi antecipada pela vereadora e base de apoio ao prefeito Luiza Ribeiro (PPS) no Facebook e confirmada pela assessoria de imprensa da prefeitura.

Polêmico, o lei foi alvo de grande discussão em Campo Grande após sua aprovação. Várias entidades se posicionaram contra ela, havendo inclusive discussões acaloradas entre professores e defensores da lei, durante evento realizado na OAB.

Recentemente, o prefeito já tinha afirmado em eventos oficiais ser contra a aprovação da lei, recebendo em reuniões diversas pessoas que também a questionavam. "Considero esse projeto uma monstruosidade", disse Bernal ao receber um desses grupos no dia 19.

Diante da situação, até Siufi admitiu que o projeto tinha falhas e necessitava passar por revisão. "Concordo que temos que rever a lei porque dá margem para denúncias infundadas e consequentemente pode gerar perseguição e interpretações equivocadas", comentou o vereador.




Bem, primeiramente acho que monstruosidade é o que o prefeito está fazendo com a cidade, com a população e servidores municipais. Depois vem a Luiza Ribeiro, fazer comentários políticos em Facebook. Ora vereadora, tenha o mínimo de ética, logo você agora vem dar uma de "puxa saco" e se dizer amiga do prefeito. Quem não te conhece que te compre, já dizia minha avó. Pois, quem te conhece, não quer nem de graça!
E quanto ao projeto em si, acho que faltou uma visão holística e focaram muito radicalmente e por isso o apelidaram de "lei da mordaça". É igual o PT que diz lutar pela democracia, não são socialistas? Abram os olhos meus irmãos cidadãos!!
 
Guto em 27/04/2016 09:44:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions