A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

12/12/2017 10:29

Deputados apresentaram 349 emendas ao orçamento, que deve ser votado amanhã

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Deputados reunidos em sessão da CCJ nesta terça-feira (12) (Foto: Leonardo Rocha)Deputados reunidos em sessão da CCJ nesta terça-feira (12) (Foto: Leonardo Rocha)

Deputados estaduais apresentaram 349 emendas ao projeto do orçamento estadual, que deve ser votado na sessão desta quarta-feira (12).

De acordo com Rinaldo Modesto (PSDB), líder do Governo de Mato Grosos do Sul na Assembleia Legislativa, a maior parte é das chamadas emendas de metas, quando parlamentares indicam como o governo deve gastar recursos da saúde, educação e outras áreas, mas a administração estadual só cumpre se for viável.

Uma emenda modificativa especificamente está travando a votação, segundo Rinaldo. É a que aumenta o valor do repasse para a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), no projeto fixado em R$ 194 milhões.

A universidade pleiteia R$ 254 milhões para o orçamento anual, o governo, segundo Rinaldo, já aceitou aumentar o valor para R$ 212 milhões, mas o reitor da Uems, Fábio Edir, tenta conseguir com a Assembleia que a emenda chegue a R$ 214 milhões.

“Vou conversar com o reitor e com o governo. Vamos chegar a um acordo até o fim do dia”, afirmou o líder do governo na casa de leis.

O deputado Beto Pereira (PSDB), que foi relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) na Comissão de Constituição e Justiça, adiantou que nesta quarta-feira, a CCJ e a comissão de orçamento se reúnem para dar o parecer final sobre as emendas e encaminhar o projeto para a pauta.

O orçamento prevê arrecadação de R$ 14,4 bilhões para 2018, aumento de 3,6% em relação a proposta do ano passado, de R$ 13,99 bilhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions