A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/10/2015 17:35

Ex-secretário de Meio Ambiente é nomeado como chefe de gabinete

Thiago de Souza
Odimar foi titular da Semadur na primeira etapa da gestão Bernal. (Foto: Arquivo/CG News)Odimar foi titular da Semadur na primeira etapa da gestão Bernal. (Foto: Arquivo/CG News)

O ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Odimar Luis Marcon foi nomeado, nesta segunda-feira (19), como novo chefe de gabinete do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) também trouxe a nomeação da jornalista Leyde Alves Pedroso na Secretaria Municipal de Políticas para a Mulher. 

Marcon assume a vaga que seria destinada ao delegado Valmir de Moura Fé, lotado na 3º Delegacia de Campo Grande. Ele chegou a ser convidado para o cargo e até se filiou ao PDT, mesmo partido do secretário municipal de Governo, Paulo Pedra. Marcon ocupava o cargo de assessor-executivo na Secretaria de Governo.

Bernal já tinha antecipado, na manhã de hoje, que Leyde assumiria a pasta da Mulher. Contudo, ela foi nomeada como secretária interina. Leyde também vai comandar a Secretaria Municipal da Juventude, que, por enquanto, segue sem titular. 

Segundo o Diogrande, Júlio Cesar Pereira Cabral foi nomeado assessor na Secretaria de Governo e Relações Institucionais. Ele foi diretor-presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura) antes da cassação de Alcides Bernal. Na nova gestão, a Fundac é comandada pelo músico Américo Yule, que era diretor na época de Cabral. 

O Instituto Municipal de Tecnologia da Informação, que assumiu as funções da Itel Informática na prefeitura, segue sem titular. 

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


Fico imaginando o que é ser secretario do Bernal, ou fazer parte
da sua laboriosa equipe.
O cara para mudar uma mesa de lugar tem que fazer um oficio pedindo
autorizacao para o Prefeito.
E o prefeito, como só ele manda, deve deixar o pedido do ilustre
secretario mofando em cima da sua mesa.
Assim caminha Campo Grande.
Mas e o lixo em sr. Prefeito, e os buracos no asfalto !!
 
Reinaldo Paes Sandim em 20/10/2015 08:22:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions