ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  25    CAMPO GRANDE 24º

Política

Justiça bloqueia bens de ex-presidente da Câmara de Água Clara

Atual segundo suplente, Valdeir Pedro Carvalho nega as irregularidades

Por Gabriel Neris | 29/01/2018 17:49
Valdeir Pedro Carvalho é investigado por irregularidades na Câmara Municipal (Foto: Antonio Paulo Munhoz)
Valdeir Pedro Carvalho é investigado por irregularidades na Câmara Municipal (Foto: Antonio Paulo Munhoz)

A juíza Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva atendeu pedido do MPE (Ministério Público Estadual) e bloqueou os bens e a conta bancária do ex-presidente da Câmara Municipal de Água Clara – a 198 km da Capital – Valdeir Pedro Carvalho, o Biroca.

O inquérito instaurado pelo MPE, no fim de 2014, aponta suspeitas de irregularidades durante a sua gestão, como a locação de veículos durante o ano de 2012 e a doação de um veículo de propriedade da Câmara à Prefeitura de Água Clara.

O ex-presidente da Câmara, e atualmente segundo suplente, ainda foi multado em R$ 85.442,64. De acordo com o inquérito, Biroca e um contador da Câmara Municipal autorizaram a locação de veículo de duas empresas sem passar pelo processo licitatório e sem qualquer tipo de instrumento contratual. Os responsáveis pelas duas empresas também receberam multas que juntas passam dos R$ 30 mil.

Ainda em dezembro de 2012, a Câmara Municipal doou um Fiat Uno para o Poder Executivo. O promotor de Justiça Paulo Henrique Mendonça de Freitas aponta que as contratações objetivaram fraudar as regras legais e direcionar valores a agentes públicos e particulares de forma indevida. Procurado pela reportagem, o ex-presidente da Câmara afirmou que "está tranquilo, não tem nada de errado". "Os advogados levaram [à Justiça] todos os recibos".