A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

15/12/2016 13:16

Marquinhos defende corte de 50% dos cargos comissionados na prefeitura

Prefeito eleito fez um discurso de despedida na Assembleia

Leonardo Rocha
Marquinhos fez um discurso de despedida na Assembleia e citou ações na prefeitura (Foto: Assessoria/ALMS)Marquinhos fez um discurso de despedida na Assembleia e citou ações na prefeitura (Foto: Assessoria/ALMS)

O prefeito eleito, Marquinhos Trad (PMDB), disse que pediu aos novos secretários, anunciados nesta quinta-feira (15), que reduzam custos em cada pasta e façam o corte de quase 50% dos cargos em comissão. Ele fez um discurso de despedida, na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (15).

Marquinhos reconheceu que a situação financeira da prefeitura, requer esta redução de custos e que montou sua equipe de secretários, com perfil técnico, para melhorar a qualidade do serviço publico.

"Eles vieram de outros partidos, da iniciativa privada, assim como de outras gestões, faremos uma administração sem afilhados e sem cupinchas", disse ele.

Na tribuna da Assembleia, o prefeito eleito ponderou que vai investir em tecnologia para levar "transparência" ao executivo municipal, por isso desvinculou o IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação) das demais secretárias, sendo subordinado ao seu gabinete. "As pessoas vão saber quanto entrou e saiu do caixa da prefeitura".

Ele inclusive revelou que nos três primeiros meses de administração, quer promover encontros com ex-prefeitos e governadores, para trocar experiência e receber conselhos. Na área política, pretende ter uma boa relação com os vereadores. "Vamos precisar da Câmara (Municipal), não há como trabalhar separado, um sem o outro".

Sobre pontos críticos da cidade, como mobilidade urbana, Marquinhos citou a criação da subsecretaria que vai tratar de forma específica do tema. "Este assunto não deve ser esquecido pelos gestores, temos uma cidade com quase 570 mil veículos, o sistema de transporte público é constrangedor, o passageiro não tem lugar digno nem para esperar o ônibus".

O prefeito (eleito) também citou a criação da Controladoria Geral do Município e a preocupação tanto com a qualidade do asfalto da cidade, como nas condições nas escolas, Ceinfs (Centro de Educação Infantil) e o apoio para cultura. Na área de habitação, lembrou que foram criadas várias favelas nos últimos anos. "Teremos uma administração sem raiva, tendo uma equipe com pessoas capazes de acertar".



Não aumentando em 100% depois que assumir, está ótimo! Tomara que esta gestão seja mais séria, fazendo o melhor para a nossa cidade e seus cidadãos!
 
SELMA LOPES em 15/12/2016 16:19:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions