A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/03/2013 22:32

Prefeita de Miranda é cassada sob acusação de compra de votos

Nyelder Rodrigues
Prefeita Juliana Pereira Almeida, em sua posse. Ela também deverá ficar inelegível por 8 anos (Foto: reprodução/facebook)Prefeita Juliana Pereira Almeida, em sua posse. Ela também deverá ficar inelegível por 8 anos (Foto: reprodução/facebook)

A prefeita de Miranda, Juliana Pereira Almeida (PT), e o vice Sidnei Barbosa de Araújo (PSC), eleitos em outubro de 2012, tiveram os mandatos cassados por decisão do juiz Marcel Henry batista, da 15ª Zona Eleitoral.

A cassação será publicada no Diário Oficial da Justiça Eleitoral desta terça-feira (26) e foi tomada na sexta-feira (22). Além da cassação, a decisão os torna inelegíveis por oito anos, e os condena a pagar multa de R$ 10 mil.

O motivo para a cassação é a denúncia de compra de votos durante a campanha eleitoral em 2012. Conforme consta nos autos, o Ministério Público Eleitoral aponta que há provas que houve o crime eleitoral, além de presunção que os réus sabiam da prática.

Juliana é a atual Diretora de Relações Públicas da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). Ela ainda pode recorrer da decisão no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) e TSE (Tribunal Superior Eleitoral).



Pai, olha essa!
 
ODUVALDO OLIVIERI em 26/03/2013 07:47:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions