A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/03/2008 11:38

Puccinelli admite acordo sobre a saúde de Dourados

Redação

O governador André Puccinelli assumiu uma postura mais conciliadora hoje em relação a briga instalada entre governo e prefeitura de Dourados sobre repasses ao setor de saúde no município.

Em reunião com deputados estaduais, Puccinelli pediu apoio aos deputados para um acordo com a prefeitura douradense e disse estar disposto a pagar os R$ 12 milhões atrasados, que são cobrados na Justiça pelo município, mas desde que seja de forma parcelada.

Em uma folha de papel sulfite entregue aos parlamentares, o governador André Puccinelli resumiu números e repasses que, garante, são feitos normalmente a prefeitura de Dourados. São R$ 197 mil para Assistência Regionalizada; R$ 150 mil para o Hospital Universitário; R$ 150 mil para média complexidade; R$ 25,1 mil para o programa de Agentes Comunitários; R$ 103 mil para o programa Saúde da Família; R$ 14,4 mil para a Farmácia Básica e 28 mil para arrendamento do Hospital da Mulher.

Conforme a prestação de contas do governo, ainda estão programados para 2008 o repasse mensal de R$ 33,2 mil para custeio do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência). O govenro ainda lembra de repasses pontuais referentes a 2007 no valor de R$ 300 mil.

Segundo o líder do PT na Assembléia, deputado Paulo Duarte, o problema é que o montade é depositado em juízo, o que prejudica a administração do sistema em Dourados.  Na tarde de hoje o prefeito Laerte Tetila (PT) irá à Assembléia para repassar a sua versão sobre os fatos e tentar apoio para contornar a crise que faz Dourados ameaçar suspender o  atendimento a pacientes de 34 municípios da região de Dourados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions