A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

28/03/2017 10:02

Quem não puder dar desconto que vá à Justiça, diz prefeito sobre dívidas

"Pente fino" analisa R$ 363 milhões com credores

Mayara Bueno e Richelieu de Carlo
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Marcos Ermínio).Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Marcos Ermínio).

Prestes a encerrar o período de “pente-fino” nos contratos da administração municipal, a Prefeitura de Campo Grande afirma que começará a negociar com os credores as dívidas, que chegam a R$ 363 milhões.

A tentativa será pedir desconto e tentar parcelar, disse, nesta terça-feira (28) o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD).

Quem não puder negociar, terá de ir à Justiça. “Aqueles que não tiverem condições de reduzir, dar desconto, de parcelar, vai ter que judicializar”.

Iniciada no começo da gestão, a auditoria nos contratos termina em abril. A Prefeitura de Campo Grade suspendeu o pagamento e criou o grupo para fazer o levantamento da dívida do Executivo com os fornecedores e a reavaliação das licitações em andamento ou suspensas.

A equipe tinha 90 dias para a apresentação do relatório dos trabalhos e ficou proibido o pagamento de despesas realizadas até 31 de dezembro de 2016, exceto as referentes a pessoal e encargos, dívida fundada e de caráter continuado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions