A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

23/03/2018 16:57

Grupo avalia transformar sede de laticínio fechada em centro de distribuição

Lactalis fechou a unidade três anos depois de tê-la adquirido junto a BRF Foods; intenção agora seria instalar ali um centro focado na distribuição de produtos para o Centro-Oeste e Norte

Humberto Marques
Reunião na Prefeitura de Terenos discutiu destinação para sede de laticínio. (Foto: Divulgação/Assessoria)Reunião na Prefeitura de Terenos discutiu destinação para sede de laticínio. (Foto: Divulgação/Assessoria)

O prefeito Donizete Barraco (PMN), de Terenos –a 25 km de Campo Grande–, comandou reunião com representantes do grupo francês Lactalis, a fim de discutir a reabertura do laticínio do município. A intenção seria transformar a planta industrial, cujas atividades foram encerradas em setembro de 2017, em um centro de distribuição regional de produtos lácteos focado nos mercados das regiões Norte e Centro-Oeste.

O encontro, conforme informações da assessoria, aconteceu na quarta-feira (21), envolvendo o diretor de Comunicação Externa da Lactalis, Guilherme Portela, e o gerente de Assuntos Corporativos da empresa, Vanius Pires. Pela prefeitura, o chefe de Gabinete, Ewerton Fortuna Sant Ana, e a diretora do Departamento de Desenvolvimento Econômico, também ouviram as considerações do grupo.

A Lactalis apresentou proposta para instalação de um centro de distribuição regional no prédio do antigo laticínio, aproveitando a estrutura que pertencia ao Grupo Heloisa, foi comprada pelos laticínios Vencedor e, então, vendida à BRF Foods, até finalmente repassada ao Lactalis em setembro de 2014 dentro de um pacote de laticínios envolvendo 11 unidades pelo país. Cerca de três anos depois da aquisição, foi anunciado o encerramento das atividades da unidade em Mato Grosso do Sul.

Desde então, a Prefeitura de Terenos buscou alternativas para reativar a estrutura, que era um importante destino de produtos da bacia leiteira na região de Campo Grande. O movimento coincide com a recente aquisição, por parte do Lactalis, o laticínio Itambé, de Minas Gerais, tornando o grupo um dos gigantes na captação de leite no país.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions