A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

04/09/2014 16:51

Mais 75 mil toneladas de milho de MS vão a leilão no dia 11

Priscilla Peres

No dia 11 de setembro a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) realiza mais um leilão de Pepro (Prêmio Equalizador pago ao Produtor Rural) para comercializar 1,8 milhão de toneladas de milho (safra 2013 e 2014), sendo 75 mil toneladas do grão de Mato Grosso do Sul.

Os grãos são oriundos de produtores e cooperativas dos estados de Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão e Piauí. No mês passado, foram oferecidas 2,8 milhões de toneladas de milho, sendo negociados mais de 85% da oferta.

O consultor da unidade técnica da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Justino Mendes, explica que o Pepro é realizado para ajudar a escoar a produção de grãos da região, garantindo um preço mínimo ao produtor. "Por meio desse leilão, o governo garante a venda e comercialização do milho por um valor estalecido, no caso R$ 17,67 por saca de 60 kg", explica.

O produto escoado, in natura ou processado, não pode ter como destino final os estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste (exceto RJ, ES e norte de MG), nem Bahia, Maranhão, Piauí, Sergipe, Pará, Rondônia e Tocantins. O mesmo ocorre para a venda a indústrias de alimentação.

O Pepro é um incentivo econômico oferecido pelo governo federal ao produtor rural ou a sua cooperativa que queiram vender seu produto pela diferença entre o preço mínimo e o valor equalizador arrematado no leilão. A finalidade da operação é estimular a distribuição do produto em excesso numa região para outras de menor oferta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions