A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/01/2009 08:30

Missão européia começa a ouvir relatos sobre sanidade

Redação

Dois veterinários da Missão Européia já estão em Campo Grande e iniciam hoje a visita à região de fronteira com o Paraguai. Na SFA (Superintendência Federal de Agricultura), o francês Benôit Salveroche e o húngaro Georg Czifra participam de reunião às portas fechadas para conhecer as ações do governo do Estado.

Depois, visitam o laboratório da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária). A pedido dos europeus, também será realizada uma rodada de perguntas e repostas.

Chefe do serviço de sanidade agropecuária, Elvio Cazola, salienta que as ações na ZAV (Zona de Alta Vigilância) são exemplares. Ele acredita que os trabalhos vão satisfazer as exigências dos veterinários europeus. "100% dos animais estão identificados e a vacinação é assistida", detalha.

Em 2005, Mato Grosso do Sul registrou foco de aftosa em Eldorado, Mundo Novo e Japorã, região de fronteira com o Paraguai, e foi proibido de exportar para a Europa, mercado que melhor remunera pela carne bovina.

O Estado retomou o status de área livre de aftosa com vacinação, mas a ZAV recebe atenção constante do mercado europeu. A Zona de Alta Vigilância tem 800 mil animais e engloba 11 municípios.

De acordo com a superintendente interina da SFA, Juliana Fernandes, a expectativa é de que a vinda da missão resulte na confirmação de que o Estado está apto a exportar.

Ainda hoje, os europeus seguem para Caracol, município que eles escolheram para fiscalizar. No sábado, a missão viaja para Recife.

De novo

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions