A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/12/2009 13:15

Produtores de orgânicos são organizados em 9 associações

Redação

Os 36 produtores de orgânicos de Campo Grande, que comercializam hortifruti na Praça do Rádio Clube, estão organizados em nove associações. A constatação é da pesquisa realizada pela SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura em Mato Grosso do Sul).

Segundo a pesquisa, eles comercializam 2 mil pés de alface, 800 maços de rúcula, 2,3 mil maços de cheiro-verde (cebolinha, coentro e salsinha), 600 kg de cenoura e aproximadamente 500 abobrinhas. Também vendem mandioca, rabanete, beterraba, couve, almeirão, feijão caupi, maxixe, quiabo, hortelã, banana, abacaxi e milho verde.

A equipe que desenvolveu as pesquisas foi coordenada pelo fiscal federal agropecuário Fabio Akio Mizote, com o auxílio do agente de atividades agropecuárias Valter Loeschner, e de estagiarios da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

O trabalho realizado pela equipe técnica da SFA/MS serviu para orientar e alertar os feirantes de que produtos processados artesanalmente como doces, queijos, lingüiças, bolos, pães e conservas em vidro, não podem ser comercializados na feira de orgânicos, sem estarem devidamente inspecionados pelos órgãos oficiais de fiscalização sanitária.

Por exigirem técnicas ainda pouco utilizadas, os produtos orgânicos costumam ter um preço mais alto no mercado. No entanto, as hortaliças e frutas comercializadas na Feira, tem tido preços compatíveis com os produtos convencionais. A estratégia adotada pelos produtores é uma forma de criar vínculo com os consumidores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions