A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/01/2008 12:24

União Européia suspende compra de carnes brasileiras

Redação

A União Européia anunciou a suspensão de compra de carnes brasileiras, por conta da rastreabilidade. A Europa só admite que 300 propriedades do País estejam aptas, mas o governo brasileiro indica mais de 2,8 mil. A falta de rastreabilidade foi o principal problema apontado durante missões técnicas que visitaram vários estados brasileiros no fim do ano passado, dentre elas o Mato Grosso do Sul.

O Estado está impedido de exportar para os Países daquele continente desde outubro de 2005, por conta da febre aftosa, e dele também outros como o Paraná e São Paulo. Apesar disso, o presidente da Acrissul (Associação de Criadores de MS), Laucídio Coelho Neto, acusa a Europa de criar obstáculos para a carne brasileira.

Pelo novo sistema de rastreabilidade, menos de 15% do rebanho de Mato Grosso do Sul estão em situação regular para exportação, número que apesar de pequeno é o maior do País, segundo a SFA (Superintendência Federal de Agricultura).

Laucídio diz que o novo sistema é oneroso e complicado. No antigo sistema, diz cerca de 80 mil propriedades estavam cadastradas e hoje são apenas 10 mil, sendo que cerca de 50% ficam em Mato Grosso do Sul. Laucídio defende retaliação à Europa suspendendo também a importação de produtos daquele continente, como foi feito na gestão do ex-ministro da agricultura, Pratini de Moraes.

A Europa enviará uma missão veterinária no dia 25 de fevereiro ao Brasil, para novas vistorias. Até a conclusão do relatório sobre estas vistorias nenhuma carne bovina brasileira poderá entrar no mercado europeu. O Itamaraty já prevê a interrupção das exportações brasileiras por cerca de dois meses.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions