ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 33º

Cidades

Agência fiscalizadora cria medidas para antecipar crises elétricas

Aneel quer que distribuidoras façam cruzamento de dados para amenizar impactos climáticos

Por Gustavo Bonotto | 01/12/2023 21:36
Funcionário realiza reparos na fiação elétrica em Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Funcionário realiza reparos na fiação elétrica em Campo Grande. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Em reunião com representantes de todas as distribuidoras elétricas do país, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) estabeleceu, na tarde de quinta-feira (30), uma série de ações para o enfrentamento de eventos climáticos severos.

Uma das primeiras medidas do protocolo é o aprimoramento das ferramentas que detectam mudanças no consumo devido a mudança no clima a partir do cruzamento das bases de dados com alertas meteorológicos emitidos pelas Defesas Civis Estaduais e Municipais.

Ainda segundo a nota enviada à imprensa, distribuidoras também irão atualizar seus planos de contingência adaptando as atividades de previsão, preparação e atuação em eventos climáticos com a severidade que se está vivenciando no início desse período úmido.

Os planos devem definir o nível de severidade dos eventos, graus de atuação e de mobilização de equipes, remanejamento de equipes que usualmente executam outras atividades, ampliação dos canais de comunicação com entes públicos e consumidores.

Além disso, em razão da recorrência cada vez maior de eventos climáticos, foi discutida uma agenda de médio prazo que busca discutir melhores práticas, com o objetivo de retroalimentar o processo de regulação, englobando três frentes: precisão na detecção, coordenação com estados e plano de ação de recomposição dos serviços.

Receba as principais notícias pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias