A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/11/2012 10:43

"Justiça começa a ser feita", diz mãe de Eliza Samudio

Marta Ferreira
Sona Samudio, no meio, acompanha julgamento em Contagem, em Minas Gerais. (Foto: Maurício Vieira/ G1)Sona Samudio, no meio, acompanha julgamento em Contagem, em Minas Gerais. (Foto: Maurício Vieira/ G1)

Depois de divulgadas as primeiras sentenças dos réus pela morte de Eliza Samudio, a mãe da jovem, Sônia de Fátima Moura, que mora em Campo Grande, disse que a justiça está começando a ser feita. Ela está em Contagem (MG), onde acompanhou o júri.

"Estou aliava, porém não estou feliz. Feliz eu estaria se tivesse com a minha filha", disse na saída do Fórum. Ontem, foram condenados Luiz Henrique Romão, o Macarrão, 27, amigo de infância e ex-braço-direito do goleiro Bruno Souza, a 15 anos pelo sequestro, cárcere privado e morte de Eliza. Ele foi inocentado da acusação de ocultação do cadáver.

A ré Fernanda Gomes de Castro, 35, ex-amante do goleiro, foi condenada a cinco anos pelos crimes de sequestro e cárcere privado de Eliza e seu filho, hoje com dois anos e meio.

"Se Deus quiser, no dia 4 de março de 2013, essa justiça será feita", afirmou Sônia. Ele referer à data em que serão julgados Bruno, o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola -que teria matado Eliza- e Dayanne Rodrigues do
Carmo-ex-mulher de Bruno.

Sônia disse que vai se preparar para o julgamento "psicologicamente" porque estará frente a frente com a pessoa que, segundo a acusação, executou a filha, o Bola, além do mandante do crime, o ex-goleiro Bruno.

A mãe de Eliza voltou a dizer que vai continuar a buscar o restos mortais da filha. "Vou buscar isso. Vou continuar na busca dos restos mortais da minha filha", afirmou. "Deus vai me dar de presente nem se for um pedacinho do dedo da minha filha", concluiu.

(Com informações do G1)

Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


Senhora Maria Helena, vc diz isso por que não foi com sua filha ou com alguém da sua familia, a hora que a morte bater na sua porta, ai sim vai ver o que é dor de verdade. Parece até que vc não é mãe, deve ser uma dessas arvores escolhidas pra não dar frutos, por isso não sabe mesmo o valor de um fruto, ou seja de um sangue. Que DEUS possa abençoa-la e dar-lhe um coração amável.
 
Roberto Amaral em 25/11/2012 11:28:17
E de da pena ver pessoas fazerem comentários como esse "Maria Helena", sabe qual vai ser a maior revolução do mundo e a descoberta do amor as pessoas estão deixando de amar a dor do próximo não afeta em nada. O fato dele ser famoso e o que causa perplexidade ele era um exemplo para muitos meninos pobres que vê no futebol uma oportunidade e se deixou se corromper pela fama e pelo poder.
 
Eliane Dias em 24/11/2012 20:16:43
É senhora MARIA HELENA FERREIRA, quer dizer que no seu entendimento já se pode sequestrar e matar pessoas e ficar impunimente? A vida que foi destruida foi a da jovem de forma brutal, a vida do filho que teve tirado de si o direito de ter atenção e carinho de sua mãe, como tambem os direitos da mãe da vítima a qual teve sua filha morta de forma brutal. Se voce realmente pensa dessa forma tem que rever os seus conceitos pois eles não são dignos de um ser humano que convive em sociedade.
 
Francisco Lima em 24/11/2012 20:13:03
este caso do bruno ja ta repugnante, vao destruir a vida dos cara...so porq ele eh famoso, qtos outros casos ocorrem pelo brasil afora eh n tem td esta repercução...
 
MARIA HELENA FERREIRA em 24/11/2012 12:10:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions