A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/08/2013 10:50

Bernal descarta reduzir tarifa do transporte coletivo em Campo Grande

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Prefeito não abre mão de arrecadação de R$ 9 milhões do ISS (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito não abre mão de arrecadação de R$ 9 milhões do ISS (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), descartou, na manhã desta segunda-feira (12), diminuir ou zerar a alíquota do ISS (Imposto sobre Serviços) sobre o transporte coletivo e reduzir, pela segunda vez no ano, tarifa de ônibus urbano em Campo Grande. Ele disse que só vai investir na melhoria do sistema.

Em 1º de julho deste ano, o prefeito reduziu o valor de R$ 2,85 para R$ 2,75. No entanto, a redução só ocorreu em decorrência da isenção da PIS/Cofins, adotada em junho deste ano pela presidente da República, Dilma Rousseff (PT).

Estudos da Agência Municipal de Regulação apontam que a redução do ISS de 5% para 2% sobre o transporte coletivo, os 210 mil usuários transportados diariamente desembolsariam menos pela passagem do ônibus. A presidente do órgão, Ritva Cecília Vieira, estima que a desoneração representa R$ 9 milhões por ano. No entanto, a decisão de reduzir o valor da passagem cabe ao prefeito.

O vereador Eduardo Romerto (PTdoB) estima que a redução do ISS poderia diminuir o valor da tarifa em mais R$ 0,14. A tarifa passaria de R$ 2,75 para R$ 2,61. O governador André Puccinelli (PMDB) também fez as contas e estimou redução semelhante no custo da passagem.

No entanto, apesar da taxa ser de 2% em outras capitais, como Goiânia (GO), Porto Alegre (RS) e Cuiabá (MT), o prefeito Alcides Bernal descartou seguir o exemplo.

Ele disse hoje, no Armazém Cultural, que já congelou o valor da tarifa, em R$ 2,85, no mês de março deste ano. Em julho, reduziu o valor em R$ 0,10, após a isenção de contribuição federal. A prefeitura não tomou nenhuma medida para reduzir o custo para os usuários.

“Vamos melhorar a qualidade do transporte coletivo”, garantiu Bernal, contando que vai investir na melhoria da mobilidade urbana. Atualmente, a velocidade média dos ônibus na Capital é de 12 quilômetros por hora. O ideal é o dobro disso, de 23 km/h.

No entanto, os recursos da mobilidade serão repassados pelo Governo federal. Estão previstos R$ 180 milhões na construção de corredores do transporte coletivo, reforma de terminais de transbordo e na construção de mais quatro (Cafezais, Tamandaré, Tirandentes e Parati).

Bernal também criticou o governador André Puccinelli por ter sugerido a redução após os protestos das ruas de junho deste ano. “Quando ele era prefeito de Campo Grande, nunca reduziu a tarifa”, acusou o prefeito.



affs isso é uma pouca vergonha com o povo campo grandense, o homem que não cumpri com a própria palavra na verdade não é homem...
Como as pessoas mudam neh na campanha "vou fazer isso e isso e mais isso" e quando ganha ai não faz nda doq disse...
E isso vai piorar daki pra frente...
 
douglas augusto em 14/08/2013 14:10:27
Muito bem, agora quero é ver o povo que vai pagar essa passagem protestar, se o Campograndense não voltar às ruas esse radialistazinho vai continuar fazendo todos esses desmandos. Ele está fazendo o que quer e ninguém, ninguém está tendo peito para afrontá-lo. Quem precisa fazer é o povo, encham a Afonso Pena e tomem a Prefeitura e a Câmara. Ele pagou pra ver na passeata passada e continua achando que pode muito. Precisamos parar esse péssimo administrador. E para terminar: "Os problemas são da Prefeitura de Campo Grande, não desse ou daquele administrador.". Então vamos trabalhar, pois mazelas já vimos as mazelas de que ele é capaz. Quem sabe ele não multiplique as obras como fez com o seu patrimônio.
 
Emmanoel Tolentino em 12/08/2013 15:05:17
Que isso gente por causa de 0,10 centavos. Até eu votei nele, mas a preocupação maior é a briga com os vereadores que não tem fim, e ainda tem esses negócios ai de calote com empresas, ceinf´s sem merenda, posto de saúdes sem médicos e caindo aos pedaços, não sei não. Mas acho que esse ai não se reelege não heim!!!!
 
jose carlos em 12/08/2013 14:20:05
Sem falar na demora do salario.
 
Douglas Augusto em 12/08/2013 13:57:17
O povo não aprende, político só muda o nome e partido no Brasil! Não há porque ele diminuir o preço se ele anda de carro custeado pelo povo! Já que a tarifa não vai diminuir o mínimo seria haver investimentos no transporte. Exemplo: mêtro! Em Campo Grande 3 linhas de mêtro ja melhoraria o transporte público e desafogaria e muito o trânsito. Uma linha poderia cruzar do terminal Aéreo Rancho até o Nova Bahia(passando pelo Bandeirastes, praça Ary Coelho, Shopping e Gal. Osório), do terminal Bandeirantes até terminal moreninhas(passando pelo Morenão e Guaicurus) eo ultimo do terminal Morenão até terminal Júlio de Castilho(passando pela praça Ary Coelho). Dinheiro tem de sobra é só diminuir os "roubos" e mostrar interesse com o povo!
 
Alexandre de Souza em 12/08/2013 13:23:31
campo grande é uma das unicas capital do pais que cobra ipva sobre os onibus,
no parana o governador richa retirou o icms sobre o diesel, e a passagem esta dimunuindo bastante em curitiba e londrina
aqui o italiano não faz nada
 
adrielle pereira em 12/08/2013 13:20:03
tem que ver se o vice vai reduzir, o Bernal pra mim já não é mais o prefeito, duvido que o mandato dele dure até o fim do ano.
 
moacir cafaro em 12/08/2013 12:30:59
Não fiquem decepcionados não! Políticos são todos assim. Sai Trad entra Bernal, Sai Bernal entra qualquer outro, só vai mudar o nome, mais não devemos contar com melhorias para a população. Podemos esperar sim; mais impostos, mais tarifas, mais aumentos e muitos mais. São todos iguais.
 
Sebastião Fernandes em 12/08/2013 12:26:52
André pelo menos em seu primeiro mandato dava onibus de graça por dois domingos por mes, além do passe de estudante. e depois uma vez por mes.
 
João Martins em 12/08/2013 12:19:11
Assim fica facil neh...
Só reduziu porque retiraram os impostos, quero ver rezuzir com eles!!!
Campo Grande está em retrocesso!!!
 
joão gois em 12/08/2013 12:15:52
Pois é joguei meu voto fora, valeu prefeito por não cumprir suas promessas de campanha, e como sempre nada muda nesse país!
 
Junior Ferreira em 12/08/2013 11:32:08
O bernal não tem que criticar o André, afinal não foi o André que prometeu, na época de campanha, de reduzir o valor da passagem de ônibus e sim o bernal. Esta é mais uma das promessas que o bernal não cumpre além de estar "detonando" a administração da Prefeitura. Ele (bernal) tb disse que reduziria o IPTU. Não posso dizer que "estou pagando pra ver" porque senão ele vai "criar" um imposto sobre isso. Quem esperava algo diferente desta administração deve estar bem decepcionado. Bernal... pegue seu banquinho e saia de mansinho... Você já deu o seu "melhor" e não queremos mais isso, queremos realmente quem goste de nossa cidade e faça o MELHOR por ela e não o pior, e é isso que você tá fazendo.
 
Lourdes Oliveira em 12/08/2013 11:29:08
PARA AQUELES QUE VOTARAM NA PESSOA ' HUMILDE', 'HONESTA', HOMEM DO POVO ESPERO QUE ESTEJAM MUITO FELIZES COM OS ATOS DESTE SENHOR, PIOR DO QUE ESTAVA ELE JÁ CONSEGUIU DEIXAR A CIDADE, BEM FEITO!
 
eloisa fernandes em 12/08/2013 11:25:49
TOMA CAMPO GRANDE... A CIDADE MORENA MERECE UMA MUDANÇA CATASTRÓFICA COMO ESSA, AFINAL, PREFEITO ELEITO PELA POPULAÇÃO... QUE ORGULHO HEIN????
 
HENRY DAVIS LUZARDO SOUZA em 12/08/2013 11:13:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions