A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/07/2011 17:19

Prefeitura pode terceirizar 100% do serviço de limpeza em Campo Grande

Fabiano Arruda
Licitação no ano que vem deve centralizar numa única empresa os serviços de limpeza na Capital. (Foto: Arquivo)Licitação no ano que vem deve centralizar numa única empresa os serviços de limpeza na Capital. (Foto: Arquivo)

Uma das maiores reclamações da população à época da crise do secretariado municipal, revelada pela própria prefeitura, a limpeza das vias urbanas pode estar no caminho para ser 100% terceirizada em Campo Grande.

Um dos indícios é o projeto aprovado nesta semana em regime de urgência na Câmara Municipal, enviado pelo Executivo, que autoriza a prefeitura a terceirizar as podas de árvores e limpeza urbana.

O secretário de Obras do município, João Antônio de Marco, não confirmou a informação. “A intenção é resolver o problema. Deixa os vereadores discutirem o projeto primeiro e depois veremos”, afirmou.

Nos serviços de podas e limpeza urbana, por exemplo, Secretaria de Obras Públicas do município e terceirizadas dividem o trabalho pela cidade.

“Nem secretaria, nem empresa conseguem atuar sozinhas”, diz o titular da pasta, João Antônio de Marco.

O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) disse nesta quinta-feira que deve prorrogar os contratos das empresas que fazem limpeza na Capital até que nova licitação seja feita, no meio do ano que vem, para que apenas uma empresa detenha todo o serviço, como varrição, poda, capina e coleta.

Nelsinho também considerou que todo o processo de coleta do lixo, coleta seletiva, bem como a construção da usina de triagem, estão dentro do cronograma determinado por TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) do MPE (Ministério Público Estadual).

Trad revelou ainda que, quando a última fase da construção da usina do lixo estiver em andamento, a prefeitura entrega o aterro sanitário da Capital.

Na Câmara, vereadores aliados consideram que a concessão vai desafogar o efetivo municipal e garantir mais qualidade aos serviços. Já a oposição questiona a possibilidade da terceirização representar mais uma taxa a ser paga pela população em Campo Grande.



Tomara que essa terceirização não faça que fique igual os Tapa-Buracos: fazer serviço onde não precisa e deixar sem serviço onde realmente precisa.
 
Daniel Francelino da Silva em 08/07/2011 09:29:55
Acho muito válida essa terceirização. Até porque atualmente quem faz a limpeza e é da prefeitura é a minoria, são várias empresas licitadas que recolhem a maior parte do lixo que as pessoas jogam na rua. De toda forma, terceirizando ou não, abrindo concurso pra gari ou não, o custo disso tudo depende diretamente da quantidade de sujeira nas ruas. E essa sujeira, vocês sabem, depende de nós. Quer baratear? Não jogue lixo na rua! Quer pagar mais caro o IPTU, aumente a demanda de lixeiros, ou seja: SEJA PORCO!
 
Marcos Alberto Viegas Seabra em 07/07/2011 05:41:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions