A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/01/2012 12:39

Detran vistoria veículos usados para o transporte escolar na Capital

Edmir Conceição
Transporte escolar deve cumprir exigências em relação ao veículo e ao condutor.Transporte escolar deve cumprir exigências em relação ao veículo e ao condutor.

O Detran iniciou as vistorias técnicas de ônibus e vans utilizados para o transporte escolar em Campo Grande. No interior as vistorias serão realizadas a partir de fevereiro. De acordo com o Detran, a vistoria é feita semestralmente.

O transporte de alunos em Campo Grande, segundo o Detran, é regulado por Termo de Ajuste e Cooperação Técnica entre órgãos ligados ao trânsito, Ministério Público, Polícias e Prefeituras. Cabe ao Detran fazer a vistoria desse serviço e atestar sua conformidade com o Código (CBT) Brasileiro de Trânsito. Os clandestinos são fiscalizados pela Polícia e pelo Ministério Público.

A vistoria realizada pelo Detran verifica primeiramente o condutor do veículo, que deve possuir CNH categoria "D", ter mais de 21 anos, possuir o curso de Transporte Escolar, não ter cometido infração grave ou gravíssima e nem ser reincidente na infração média, possuir as certidões negativas criminais de estupro, corrupção de menores e tráfico de drogas.

Após a checagem do condutor, o Detran procede à vistoria do veículo, verificando pneus, conservação, sistema de comunicação (luzes, triângulo), funcionamento do tacógrafo, que registra a velocidade do percurso, entre outros itens obrigatórios, além da higienização do veículo.

Após a vistoria, se o condutor e o veículo são aprovados, o carro recebe um selo que atesta a conformidade com a Lei. No selo, há ainda a possibilidade de cadastro de um segundo condutor que também tem os dados verificados.

Além dos itens exigidos por Lei, o Detran recomenda que os veículos possuam um monitor para ajudar no embarque e desembarque das crianças, além do uso de dispositivos de segurança compatíveis com a idade, como cadeirinha e assento de elevação. "Mesmo que a lei não exija o uso de cadeirinhas, nós recomendamos que os veículos ofereçam. E pedimos aos pais que cobrem esse equipamento que representa a segurança dos seus filhos", diz a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito, Elizabeth Félix.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


FINALMENTE.....ALGUNS DESTES MOTORISTAS, NAO RESPEITAM NADA. COLQUEM TACOGRAFO E FISCALIZEM O DISCOS.
 
LUCIANO MARQUES em 21/01/2012 12:50:11
Estou de olho, em muitos motoristas dessas VANS escolares. Muitos são extremamente irresponsáveis, transitam em alta velocidade e não dão seta, pior que carro boiadeiro.
Tem um Senhor entre 50 a 58anos, de óculos, que anda muito nos bairros São Francisco e Mte Castelo. Esse indivíduo não respeita preferencial e quando vem na José Oliva entra na Arthur Jorge não respeita quem segue em linha reta.
 
juan charlymoon em 21/01/2012 09:33:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions