ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Em cortejo, PM morto em combate recebe homenagem na Capital

Por Vinícius Squinelo | 16/11/2013 21:17
Corpo foi recebido por centenas de policiais no aeroporto de Campo Grande
Corpo foi recebido por centenas de policiais no aeroporto de Campo Grande

Centenas de policiais, integrantes da tropa de choque e do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), além de familiares e bombeiros, realizaram na noite deste sábado (16) cortejo de homenagem ao policial militar sul-mato-grossense Luiz Pedro de Souza dos Santos, 33 anos, morto em um confronto armado entre a Força Nacional e invasores de terras em Rondônia no último dia 14.

O cortejo começou às 20h12, segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou uma viatura para acompanhar o trajeto, e saiu do Aeroporto Internacional de Campo Grande, em direção na Pax Real do Brasil, na Avenida Bandeirantes, em Campo Grande.

Luiz já está sendo velado, e homenageado por familiares e policiais. O sepultamento está previsto para ser realizado na manhã deste domingo (17), no cemitério Memorial Park.

Antes de sair de Rondônia, Luiz teve um velório simbólico, onde também foi homenageado pela Força Nacional.
Na Pax, já teve início a cerimônia fúnebre.

O corpo de Luiz chegou à Capital às 19h45, em um avião do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, e veio de Rondonópolis (MT).

Confronto – Luiz Pedro, que possuía nove anos de atuação na Polícia, foi alvejado com um tiro na altura do ombro. Ele morreu no distrito de Rio Pardo, em Rondônia. De acordo com o coronel Enedi, da Polícia Militar de Rondônia, a morte ocorreu durante um confronto entre os policiais da Força Nacional e 300 moradores da região.

O policial chegou a ser socorrido pelos colegas da Força Nacional, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Ao todo, 146 homens da Força Nacional participavam da operação que tem objetivo de dar início a desocupação da Floresta Nacional de Bom Sucesso. A estimativa do Ministério do Meio Ambiente é que cerca de 200 pessoas ocupem ilegalmente a área.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias