A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/03/2012 18:51

Está foragido homem que matou ex-mulher no Jardim Leblon, afirma promotor

Francisco Júnior

Crime aconteceu na madrugada do último domingo. Acusado está foragido desde ontem

Djalma deixa delegacia após prestar depoimento. (Foto: Pedro Peralta)Djalma deixa delegacia após prestar depoimento. (Foto: Pedro Peralta)

Está foragido desde ontem (29), Djalma Dias da Silva, de 34 anos, assassino confesso de Glaucia Aparecida Perreglinele Jara, de 44 anos, ex-mulher dele. A prisão dele foi decretada depois que a promotoria entrou com o pedido.

Segundo o promotor Fernando Zaupa, o pedido pela prisão foi embasado no inquérito e nas reportagens do caso vinculadas na imprensa, além fato do acusado ter prestado depoimento e liberado no mesmo dia.

Segundo o promotor, o crime chocou a população de Campo Grande. “O caso abalou a ordem pública e causou uma sensação de impunidade. A família da vítima e a população ficaram abaladas de ver um crime dessa magnitude e ainda mais vendo o acusado prestar depoimento e sair livre”, ressaltou.

Fernando Zaupa informou ainda que o acusado não foi localizado em nenhuma dos endereços informado a Polícia.

Djalma prestou depoimento na última quarta-feira (28) e confessou ter matado a ex-mulher. Ele alegou que o crime foi motivado por ciúmes.

O acusado afirmou que Glaucia estava namorando outro e, por conta disso, ficou desequilibrado.

No dia do crime segundo ele, foi tirar satisfação com a vítima sobre o novo relacionamento dela, os dois começaram a brigar e ele a degolou com uma faca de cozinha. Djalma foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e por não permitir defesa da vítima. Ele não foi localizado em nenhum dos endereços informado a Polícia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions