A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

17/08/2019 16:56

Médico cai em golpe do Whatsapp ao receber convite para grupo virtual

Número foi clonado e utilizado para pedir dinheiro a um colega de trabalho

Izabela Sanchez
Caso foi registrado na delegacia da região central (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Caso foi registrado na delegacia da região central (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Um médico de 66 anos, morador da Vila Gomes, em Campo Grande, foi vítima de mais um golpe aplicado por criminosos que clonam contas do aplicativo Whatsapp. O pediatra teria recebido um convite, via Whatsapp, para fazer parte de um grupo chamado “Saúde e Amor” e dessa forma, teve o celular invadido.

Ele procurou a polícia na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. Segundo o boletim de ocorrência, o médico percebeu que havia caído em um golpe quando recebeu uma mensagem de um colega de trabalho. O colega informou ter recebido uma mensagem, com o número do pediatra, em que o médico pedia um depósito em dinheiro.

Meia hora antes disso, ele recebeu o convite para fazer parte do grupo, e relatou aos policiais “não ter estranhado” por acreditar serem profissionais da área e que a foto de perfil indicava “pessoa conhecida”.

Clonagem – Invasões em contas do Whatsapp têm sido comuns e alguns casos foram levados à polícia em Campo Grande. O delegado José Roberto de Oliveira Junior explicou ao Campo Grande News a necessidade de tomar cuidado ao lidar com o aplicativo.

"Não clicar em links de mensagens de números desconhecidos para não ter o número raqueado. Não enviar nenhum dinheiro a pedido de amigos ou parentes antes de falar com a pessoa por telefone ou pessoalmente. Procurar a polícia imediatamente para registrar a ocorrência e se caso foi feito algum depósito tentar fazer o bloqueio junto ao banco o mais rápido possível”, orientou.

Um rapaz de 27 anos também procurou a polícia depois que estelionatários pediram dinheiro para os seus contatos por meio do aplicativo. Ele também perdeu o controle do Whatsapp após fazer anúncio de venda do seu veículo no site de vendas OLX.

Depois de concluir o cadastro, o jovem recebeu, via WhatsApp e SMS, um código de validação, para confirmar o anúncio. Ao confirmar, o seu aplicativo passou a ser controlado por outra pessoa. O criminoso, então, enviou mensagem para seus amigos, solicitando depósitos em contas diversas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions