ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Mulher que jogou soda cáustica e cegou ex-namorado é indiciada pela polícia

Mulher não aceitava o término do relacionamento e perseguia ex-namorado; ele continua internado na Santa Casa

Dayene Paz | 27/02/2023 09:46
Sônia, indiciada pela polícia por perseguição e lesão corporal gravíssima. (Foto: Facebook)
Sônia, indiciada pela polícia por perseguição e lesão corporal gravíssima. (Foto: Facebook)

Sônia Obelar Gregório, de 41 anos, que jogou produto corrosivo no ex-namorado, o tatuador Leandro Coelho, 30, na noite de quarta-feira (22 de fevereiro), foi indiciada pelos crimes de perseguição e lesão corporal gravíssima, sendo intimada a prestar depoimento nesta segunda-feira (27). O homem perdeu a visão.

O delegado Felipe Madeira, da 5ª Delegacia de Polícia Civil, que está à frente do caso, informou que teste rápido confirmou que o produto corrosivo se trata de soda cáustica, mas aguarda outros laudos para fechar o caso.

O tatuador voltava da academia e estava chegando em casa, no Bairro Aero Rancho, quando viu a ex-namorada, que sinalizou para que ele parasse no intuito de conversarem. Ao parar a moto, a mulher jogou o líquido de uma jarra no rosto da vítima.

Leandro disse que ficou "atordoado", sentindo o rosto e olhos queimando. Ele, então, andou com a moto por alguns metros, mas não aguentou a dor e perdeu a visão. Foi o momento em que parou e pediu socorro na casa de um morador. Em seguida, a vítima lavou o rosto com água da mangueira, mas sua visão escureceu e não voltou mais. Ele foi socorrido pelos bombeiros e levado para a Santa Casa, onde se encontra internado.

A família do rapaz disse que a mulher não aceitava o término e era "doente de ciúmes" pelo fato de ele ser tatuador. Ela "rezava" para que ele ficasse cego. Áudios enviados pelo WhatsApp também mostram a insistência de Sônia para reatar, enquanto Leandro pedia que ela se afastasse, pois não queria mais continuar com o relacionamento.


Nos siga no Google Notícias