ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 14º

Interior

Servidor que vendia lotes em cemitério vai responder por 84 crimes de peculato

O inquérito policial foi finalizado ontem e encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público

Viviane Oliveira | 01/07/2023 12:28
Policiais na sala da administração do cemitério (Foto: arquivo/Polícia Civil)
Policiais na sala da administração do cemitério (Foto: arquivo/Polícia Civil)

Servidor municipal, que não teve o nome divulgado, alvo da Operação Descanse em Paz, deflagrada em fevereiro deste ano pela Polícia Civil, foi indiciado por 84 crimes de peculato, por vender lotes em cemitério público e ficar com o dinheiro. O caso aconteceu em Bataguassu, distante 335 quilômetros de Campo Grande. O inquérito referente à ação foi encerrado ontem (30).

O servidor encarregado da administração do Cemitério Municipal foi investigado por suspeita de se apropriar indevidamente de dinheiro público da venda dos terrenos. O crime ultrapassou a marca de R$ 40 mil em prejuízo aos cofres municipais.

A operação começou com a execução de mandado de busca, resultando na apreensão de várias provas, incluindo um computador, um aparelho celular, documentos e um pen drive. Dos materiais apreendidos, foi possível identificar informações reveladoras para as investigações, fornecendo detalhes sobre o esquema ilegal.

Conforme a Polícia Civil, o servidor público estava envolvido em várias transações fraudulentas. Após análise do aparelho celular do suspeito, autorizada judicialmente, conversas revelaram que ele solicitava pagamentos via PIX, em contas registradas em seu nome. O inquérito policial foi finalizado e encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para análise das medidas de persecução criminal.

Nos siga no Google Notícias