A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

04/07/2018 17:35

Radioterapia do HR começará a funcionar em um ano, afirma Reinaldo

Governador autorizou nesta quarta-feira investimento de R$ 9,5 milhões em novo bunker e prepara obra no HU; Hospital de Câncer terá novo equipamento inaugurado

Humberto Marques e Geisy Garnes
Governador confirmou aporte de R$ 9,5 milhões para construção de bunker para a radioterapia no HR. (Foto: Fernando Antunes)Governador confirmou aporte de R$ 9,5 milhões para construção de bunker para a radioterapia no HR. (Foto: Fernando Antunes)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) prevê que, dentro de um ano, entrará em operação o equipamento para prestação de serviços de radioterapia no Hospital Regional Rosa Pedrossian, em Campo Grande. Na tarde desta quarta-feira (7) ele autorizou a instalação do bunker –estrutura física necessária para instalação do acelerador linear usado no tratamento de pacientes com câncer. Reinaldo também confirmou a construção de estrutura semelhante no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian.

“Assinamos a ordem de serviço e dentro de aproximadamente um ano tem instalado o bunker. O equipamento já foi comprado pelo Ministério da Saúde, que vai disponibilizar”, afirmou Reinaldo, após a assinatura dos termos no HR. No local, serão investidos R$ 9,53 milhões para dar vazão a uma demanda mensal de 600 pacientes em oncologia que, diante da falta de equipamentos para radioterapia, são encaminhados para outros locais.

“Com o acelerador linear no hospital, vai suprir ao menos parte da demanda”, destacou. O bunker ficará em uma área separada na sede do HR, terá em torno de 1,2 mil metros quadrados e entrar em operação até julho. A intenção é iniciar as obras ainda em julho.

HC – O governador destacou que, ao mesmo tempo em que prepara o hospital para receber o acelerador linear, lançará em até 30 dias a obra do bunker do HU e entrega um novo equipamento no Hospital de Câncer Alfredo Abrão.

No HC, o governo estadual realiza ainda nesta quarta a entrega de um novo acelerador linear, cedido pelo Ministério da Saúde para o Estado. Um novo bunker foi construído na unidade graças a transferências de recursos do governo estadual, com a instalação já realizada –o equipamento estava em Goiás e substituirá um acelerador que já tinha 26 anos de uso. “Ou seja, teremos três bunkers com equipamentos para tratamento de oncologia, oferecendo radioterapia para todo o Mato Grosso do Sul”.

O Hospital de Câncer também será alvo de contratualização que visa a ampliar o número de leitos e concluir obras em outros pavimentos –até o momento, apenas o subsolo e o primeiro andar foram finalizados. “Agora vamos edificar o restante. Além da manutenção dos leitos de UTI, o governo tem apoiado. Há recursos do Ministério da Saúde e do governo estadual. A pactuação tem resultados positivos porque aumenta a oferta na alta complexidade e nos

Reinaldo considera que, com a entrega desses equipamentos, “com certeza vai ter ampliação (do atendimento) e diminuir a fila de pessoas aguardando. Com a velocidade dos equipamentos, vamos avançar no tratamento de câncer em Mato Grosso do Sul”. Ele ainda incluiu entre os investimentos em novos setores da saúde os R$ 2 milhões para aquisição de equipamentos de vídeo para cirurgias ginecológicas e urológicas, e prevê o aporte de mais R$ 6 milhões para ações no HR.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions