A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/12/2017 14:19

Número de pessoas sem condições de pagar dívidas chega a 54 mil

Alta é de 26% e é a maior da série histórica da pesquisa em Campo Grande, iniciada em 2010

Osvaldo Júnior
Comércio na região central de Campo Grande (Foto: Arquivo)Comércio na região central de Campo Grande (Foto: Arquivo)

De cada dez inadimplentes de Campo Grande, cinco não têm dinheiro para pagar as dívidas. Essa parcela somou, em novembro, 54.544 pessoas, número recorde, de acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira (dia 5) pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Em um ano, a quantidade de consumidores sem condições de pagar as dívidas aumentou 26,05%. Em novembro do ano passado, eram 43.269 pessoas. Isso significa que 11.275 campo-grandenses ingressaram na relação dos que não têm dinheiro para quitar seus débitos.

Endividados, inadimplentes e sem condições de pagar as dívidas 

Fonte: CNCFonte: CNC

O número de pessoas sem condições de pagar suas dívidas é o maior de toda série histórica da pesquisa da CNC, iniciada em janeiro de 2010. Isso corresponde, até novembro (mês de referência do último dado) a 95 meses. Também equivale a 17,9% dos entrevistados, média superior a das demais capitais, de 10%.

A quantidade de pessoas sem dinheiro para regularizar as contas corresponde a pouco mais da metade (52%) dos inadimplentes, que totalizaram, em novembro deste ano, 104.616 consumidores. Esse número é 11,17% superior ao do mesmo mês de 2016 (94.097).

Fonte: CNCFonte: CNC

A pesquisa também mostra que há em Campo Grande 181.507 pessoas com alguma dívida, 7,8% acima do número de novembro do ano passado, quando havia 104.616 endividados.

O cartão de crédito continua no topo do ranking dos tipos de dívidas dos campo-grandenses, com participação de 60,5%. Entre as famílias com renda menor, de até dez salários, o índice é de 63,9%.

Na sequência (na média de todas as famílias), estão carnês (27%), financiamento de carro (12,8%), financiamento de casa (12,8%) e crédito pessoal (10,5%).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions