18/11/2018 12:41

Sem fogos de artifício, Cidade do Natal abre dia 8 e vai até 6 de janeiro

Programação vai incluir show infantil da Luna e também apresentação da Família Lima

Mayara Bueno
Estrutura da Cidade do Natal, nos altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. (Foto: Marina Pacheco).Estrutura da Cidade do Natal, nos altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. (Foto: Marina Pacheco).

A programação da Cidade do Natal, em Campo Grande, vai começar em 8 de dezembro de 2018 até 6 de janeiro de 2019. Na lista de atrações, já constam o show da Luna, personagem infantil, que vai iniciar as festividades, e apresentação da Família Lima.

Conforme decreto publicado este mês, não haverá queima de fogos em nenhum dos dias. Segundo o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), serão mais de “60 atrações” nacional e regional de 8 de dezembro a 6 de janeiro de 2019. Artesanato, dança e música estão incluídas.

O cenário nos altos da Avenida Afonso Pena vai contar presépio especial, Papai Noel todos os dias, cobertura da área de alimentação, que terá o cardápio fornecido pela Abrasel (Associação de Brasileira de Bares e Restaurantes), a exemplo do que foi em 2017.

Também estão sendo treinados monitores para auxiliar os visitantes durante a programação. As demais atrações ainda não foram definidas, porque, segundo o prefeito, a Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) está finalizando o chamamento dos artistas.

Ontem, o chefe do Executivo municipal foi até às estruturas da Cidade do Natal. “Iniciamos os primeiros retoques, para organizar e deixar pronto para a inauguração”. Todos os dias, as atividades começarão às 17 horas e seguirão até 22 horas.

Decreto

Conforme o documento divulgado em 22 de outubro, o prefeito considerou, para proibir fogos, a necessidade de evitar prejuízos à saúde humana, principalmente de crianças, idosos, pessoas com transtornos mentais, com síndrome de down, autistas e que apresentam deficiência auditiva. Também levou em conta os riscos aos animais, quem podem se assustar apresentar distúrbios.

imagem transparente