A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/07/2019 06:00

Em MS, “Caetano Veloso” processa “Lula”

Anahi Zurutuza, Silvia Frias e Humberto Marques
Processo de Caetano contra Lula cadastrado no sistema do TJMS (Foto: Reprodução)Processo de Caetano contra Lula cadastrado no sistema do TJMS (Foto: Reprodução)

Só aqui – Em Mato Grosso do Sul, “Caetano Veloso” processou “Luiz Inácio Lula da Silva”. A ação foi protocolada no sistema do Tribunal de Justiça no dia 30 de agosto de 2017, mas segundo a assessoria de imprensa do Judiciário estadual não passa de um teste que se esqueceram de apagar.

Treinamento – “Durante o treinamento de servidores no sistema, faz-se cadastro de processos fictício. De alguma forma, esse processo deve ter ficado no sistema e quem cadastrou usou o nome do Caetano Veloso e do Lula”, informou a assessoria de imprensa do Fórum de Campo Grande.

Alvo – Aliás, nos testes, Lula já foi escolhido mais de uma vez como alvo. Ele também já foi “processado” pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) em dezembro do ano passado. O ex-presidente teria cometido furto em Bela Vista.

“DO SULLL” – O ex-prefeito de Corumbá e ex-deputado estadual, Paulo Duarte, usou rede social para gritar “DO SULLL” para a Netflix. No comentário sobre a série O Escolhido, que se passa no Pantanal, uma das cenas mostra um jornal de “Corumbá-MT”. “Pow Netflix, já tem mais de 40 anos que somos Mato Grosso do Sul”, comentou.

Nome polêmico – Cotado para assumir a direção da Funai (Fundação Nacional do Índio), O delegado da Polícia Federal Marcelo Augusto Xavier pediu em 2017 que a corporação tomasse “providências persecutórias” contra indígenas e ONGs no Mato Grosso do Sul, que atuassem para entrar em propriedades rurais envolvidas em litígios por ocuparem terras demandas pelos povos guarani e caiová.

Atuação - A atuação de Xavier na CPI da Funai foi extremamente combatida pelas organizações socioambientais, conforme lembrou matéria do Estado de S. Paulo sobre a possível indicação dele.

Com moral – A “bancada sul-mato-grossense” no ministério do presidente Jair Bolsonaro está em alta entre os parlamentares do país. A pesquisa Painel do Poder, feita trimestralmente pelo Congresso em Foco, aponta que Tereza Cristina (Agricultura) e Luiz Mandetta (Saúde) são os dois ministros melhor avaliados entre lideranças da Câmara e Senado.

Notas – Tereza é a ministra melhor avaliada, com nota de 3,6 em um score que vai de 1 a 5, creditado ao peso da bancada ruralista. Mandetta teve 3,2. Eles aparecem à frente de Paulo Guedes (Economia, 3,1) e Sergio Moro (Justiça, 2,9). Nas últimas posições estão Abraham Weintraub (Educação, 1,6) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos, 1,9).

Patrocínio – Festival de pipas na periferia de Campo Grande teve patrocínio de vereador, secretário de Estado e até de delegado. Além de William Maksoud (PMN), que deve tentar a reeleição em 2020, Carlos Alberto Assis e o delegado Bruno Urban, adjunto da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), aparecem no panfleto de divulgação do evento. Planos eleitorais para o próximo ano? Será?

Segunda de audiências – Às 9h desta segunda-feira (14), vereadores se reúnem na Câmara de Campo Grande para discutir o transporte coletivo. Também hoje, às 19h, o Legislativo municipal debate criação de lei que garanta jornada de trabalho de 30 horas por semana para enfermeiros.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions