A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

11/09/2019 08:32

Alerta para morte por causa do calor e tempo seco segue até fim do dia

Termômetros passam dos 40ºC e a umidade relativa do ar fica abaixo dos 20% nesta quarta-feira em MS

Anahi Zurutuza
Área da onda de calor em Mato Grosso do Sul (Foto: Inmet/Reprodução)Área da onda de calor em Mato Grosso do Sul (Foto: Inmet/Reprodução)

Alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para morte por causa da onda de calor e tempo seco em Mato Grosso do Sul vale até às 23h desta quarta-feira (11). Termômetros passam dos 40ºC e a umidade relativa do ar fica abaixo dos 20%.

Conforme o aviso, mortes podem ocorrer por hipertermia, quando a temperatura do corpo aumenta a patamares de causa colapso no organismo.

A onde de calor deve durar até o fim da semana ao menos em 36 cidades do Estado. O boletim do Inmet avisa para “temperaturas 5ºC acima da média por período de 3 a 5 dias”.

Em Mato Grosso do Sul, a temperatura chegam a marcar 43ºC no norte e no Pantanal. A sensação térmica pode chegar aos 45ºC, segundo o meteorologista Natálio Abrahão, da Uniderp.

Nesta terça-feira, Coxim, cidade do norte do Estado, foi a cidade mais quente do País. Bataguassu, Três Lagoas e Água Clara também figuraram no ranking dos valores extremos do Inmet.

Para Campo Grande, a previsão é de máxima de 38ºC para hoje.

Já o alerta para tempo seco vale para a maior parte do Estado, 59 municípios. O risco aumenta para a saúde. “Beba água, evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, use hidratante para a pele e umidifique o ambiente”, são as recomendações do Inmet.

As chances de incêndios florestais também são maiores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions