ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 20º

Meio Ambiente

Cooperativa inicia trabalhos para desativação do lixão

Por Gabriel Neris | 12/09/2012 15:12
Secretário Marcos Cristaldo e o prefeito Nelson Trad Filho visitaram catadores ontem (Foto: Divulgação)
Secretário Marcos Cristaldo e o prefeito Nelson Trad Filho visitaram catadores ontem (Foto: Divulgação)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), e o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Marcos Cristaldo, foram nesta terça-feira (11) conferir de perto o início dos trabalhados da Cooperativa de Coleta Seletiva que está em local provisório próximo da Cidade dos Ônibus, na BR-163.

Este é o primeiro passo para a desativação total do lixão e implantação do aterro sanitário e da UPL (Usina de Processamento de Lixo).

Quase 50 pessoas estão trabalhando catando os materiais recicláveis e separando por segmento. De acordo com a prefeitura de Campo Grande, o local já acumula cerca de 30 toneladas de garrafas pet, embalagens de leite, vidros, lâmpadas, entre outros.

“O pessoal veio do lixão e aqui tem qualidade de vida para as famílias com os projetos sociais, saúde e assistência”, comentou Eclair da Silva, técnica da Associação dos Trabalhadores de Materiais Recicláveis dos Aterros de Mato Grosso do Sul.

Ela também revelou que nesta semana ficará pronto o documento oficializando a cooperativa, que vai ratear em partes iguais, quinzenalmente, toda a produção que obtiveram.

Todo o material reciclável é oriundo dos LEV (Locais de Entrega Voluntária) e da coleta seletiva nas residências. De acordo com Daniel Arguello, presidente da Associação, a expectativa é de receber cinco toneladas de lixo reciclável por dia. O lixo passa por triagem, é prensado e passado para as indústrias.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário